BUSCA  
 
    São Marcos, 10 de Fevereiro de 2016 |   Institucional   |   Anuncie   |   Assinaturas   |   Expediente   |   Colabore   |   Contato   |  
 
 
 
 
Empresas
VENDE-SE LOJA CONTEMPORÂNEA, NO CENTRO DE SÃO MARCOS. Bem localizado na Rua Padre Feijó, em frente ao Super Coop I, o estabelecimento inclui móveis, manequins e vestuários
 
LEDA POLIDORA GANHA TELEVISOR DA EMPREITEIRA RECK SILVA. Sorteio da promoção realizada pela empresa no segundo semestre de 2015 foi feito na Lojas Colombo São Marcos, na manhã desta quinta-feira, 31 de dezembro
 
SICREDI SÃO MARCOS LIBERA R$ 6,2 MILHÕES PARA AGRICULTURA. Sicredi disponibilizou de janeiro a outubro de 2015 recursos destinados a operações de custeio, investimento agrícola e pecuário e comercialização e gerenciamento de estoques
 
PILATI CONQUISTA PRÊMIO DESTAQUE GAÚCHO EMPRESARIAL. A moveleira são-marquense focada no dormitório projeta expandir vendas para América do Sul e investe em produtos para pessoas com necessidades especiais
 
Campestre
CAMPESTRE CELEBRA 15ª FESTA DO PÊSSEGO. Evento aconteceu neste domingo (13), na Capela Nossa Senhora da Graças, em Campestre da Serra. Dezenove produtores participaram da exposição em 10 variedades de pêssego produzidas no município. Confira premiação!
 
Agenda

INSTITUCIONAL

 
 
JORNAL L'ATTUALITÀ
Há 14 anos presente na vida dos são-marquenses


A primeira edição do Jornal foi publicada em 11 de setembro de 1997

Em 11 de setembro de 1997, as jovens Roseméri Regina Drago e Elisangela Trevisan, na época, ambas funcionarias do extinto Jornal Cidade, montaram a sociedade e fundaram o novo jornal em São Marcos. A escolha do nome, L’Attualità – que significa atualidade em italiano – buscou homenagear os descendentes de imigrantes italianos, devido à predominância da cultura em São Marcos. Na primeira edição, em 11 de setembro de 1997, entre as matérias, as manchetes foram a Festa dos Motoristas, que traria para o evento as marcas Ipiranga e Pirelli; a rainha da AMSM, Daiane Vanin, e a princesa Briani Bertolazzi, que divulgaram a festa na Exposição Internacional de Animais de Esteio – RS (Expointer); a morte do Dr. Raymundo Pessini (aos 72 anos de idade); os 25 anos de fundação do Grupo de Escoteiros Tabajara; e a morte de pais e filhos, Leovegildo, Francisco e Cristiano Ramos Ribeiro, respectivamente, em um acidente ao longo do bairro Michelon, na BR 116.
           No início, o trabalho era realizado pelas duas proprietárias e mais uma funcionária. Elisangela permaneceu na sociedade até 2000 e, desde então, Roseméri tornou-se a única proprietária, apoiada hoje por mais 6 funcionários. Atualmente, 50% da população são marquense, de um total de 20.537 habitantes, tem acesso direto ao jornal, em casa, no escritório ou empresa, sendo que o L’Attualità também é distribuído em Campestre da Serra e Criúva. Hoje, além das matérias locais, também são publicados artigos de profissionais são-marquenses e anúncios do comércio. São 6 colunistas que escrevem sobre moda, culinária, tradicionalismo, saúde, entre outros assuntos. No Jornal L’Attualità também encontram espaço entidades e escolas de São Marcos que buscam comunicar-se diretamente com a comunidade em que se inserem. “Dentro da realidade de nosso município, que é um universo menor com uma população de 20 mil hab, nós conseguimos implantar uma empresa de comunicação com boa estrutura atendendo aos princípios profissionais e éticos do jornalismo moderno, abandonando o antigo paradigma de empresa de comunicação vinculada a partidos políticos. E que o nosso objetivo é atender as necessidades de nossa comunidade na parte editorial e publicitária, acompanhando o crescimento sócio econômico de nosso município”, destaca a jornalista Roseméri Regina Drago. Na comemoração dos 10 anos de fundação, houve sessão solene na Câmara dos Vereadores de São Marcos, homenagem proposta pela vereadora Aparecida Libardi Boff, que contou com a participação de cerca de 100 pessoas.


Equipe do L'Attualità com escritor L.F. Verissimo em reunião-jantar da CIC

10 anos do Jornal L’Attualità



A Câmara de Vereadores de São Marcos, por iniciativa da vereadora Maria Aparecida Libardi Boff (PMDB), promoveu, no dia 13 de setembro de 2007, sessão solene em homenagem aos 10 anos de fundação do Jornal L’Attualità. Cerca de 100 pessoas participaram da cerimônia, realizada no Auditório Joaquim Grison, anexo ao Centro Administrativo Municipal. Na oportunidade, houve pronunciamento da autora da indicação, dos líderes de bancada Eri Zanela (PP) e Alcides Baticini (PDT), da proprietária do Jornal L’Attualità, a jornalista Roseméri Regina Drago, da jornalista Sabrina Reis e do então prefeito de São Marcos Demétrio Lazzaretti. Durante a solenidade, a vereadora Aparecida entregou a Roseméri uma placa comemorativa à primeira década de existência do Jornal L’Attualità. Prestigiaram a cerimônia autoridades municipais e convidados, entre eles o gerente do departamento de impressão do Jornal Pioneiro, Paulo Motta. Após a homenagem, foi servido coquetel de confraternização a todos os presentes.


Câmara de Vereadores homenageou Jornal no mês de setembro de 2007
 
 
Plantão Policial
BANDIDOS LEVAM CAMINHÃO DE AGRICULTOR NA LINHA ZAMBECCARI NESTA SEGUNDA (8). A propriedade de Olinto Polo, na Linha Zambeccari, interior de São Marcos, foi furtada na madrugada desta segunda-feira (9). Família soma prejuízo de mais de R$ 20 mil
 
BM REGISTRA INFRAÇÃO E ACIDENTE DE TRÂNSITO. Na manhã de segunda-feira (8), a Brigada Militar de São Marcos registrou acidente de trânsito no centro e, na madrugada de terça (9), flagrou condutor sem habilitação e posse de entorpecente
 
Consulados
 
E-mails Recebidos
PALOMA PROCURA SEREIA!

Minha cachorra está desaparecida. O nome dela é Sereia. É toda branca e só é caramelo ao redor dos olhos e nas orelhas, tem porte médio e é extremamente dócil.

Estava sem coleira, usando apenas uma de plástico fininha (anti pulgas).

A última vez que foi vista foi na empresa Rizzomas na sexta-feira, 8 de janeiro, começo da tarde. Moramos perto da Sanel Móveis.

Vou gratificar quem encontrá-la!

Meu contato: (54) 9157 8843




Enviado por:
Paloma Vizzotto
11 de janeiro - 08:43
ESTAMOS POR 2016

Medidas econômicas e administrativas sem sustentabilidade, nos anos que antecederam a reeleição, geraram um efeito nefasto para todos os brasileiros. Pedaladas fiscais, corrupção, falta de disciplina fiscal (gastar mais do que se arrecada), reeleição, redução de juros no momento errado, controle de preços por algum tempo (energia elétrica, combustíveis....) foram alguns dos muitos motivos que levaram nossos dias, em 2015, a serem mais preocupantes quanto ao futuro. Como consequência tivemos o desemprego, inflação e elevação de juros... Ficamos sim mais pobres.

Sou daqueles que defende adoção de medidas sustentáveis, entendendo aqui decisões pensando no curto, médio e longo prazo. O governo federal não fez isso.

Quem paga a conta? Todos nós. E os municípios, que são os grandes responsáveis pela implementação das políticas públicas, como ficaram? Ficaram com os encargos e com a redução dos repasses... Precisam trabalhar muito enxutos, com um bom planejamento e sem abrir mão de sonhar com obras fundamentais para o seu desenvolvimento.

Feliz Natal e próspero 2016 a todos, lembrando que só a atitude com uma boa dose de planejamento nos leva a um ponto futuro melhor, que assim seja.
Enviado por:
Geraldo Sandri, ex-vereador e professor universitário
22 de dezembro - 14:41
Querida Rose,

Parabéns pelo aniversário do jornal! A equipe da Speakeasy agradece imensamente pelo convite para participar do evento em comemoração aos 18 anos do Jornal L’Attualità.

Desejamos a vocês muitos anos de sucesso! Contem sempre com a nossa parceria.

Com afeto,
Mônica e Sandra
Enviado por:
Speakeasy Escola de Idiomas
27 de novembro - 07:56
O fantasma voltou de uma maneira muito violenta.
O maior problema social, o desemprego.

Estamos nos acostumando a ver e ouvir nos vários meios de comunicação, lágrimas, angústia e a sua razão. A perda do emprego, a falta do salário ao final do mês, a busca constante de trabalho e que não qualquer perspectiva de consegui-lo. A política econômica sobrecarregando as empresas e o povo.

Famílias se desestruturando por falta dos bens tão necessários para a subsistência humana, o sustento. E agora, quais as soluções que são apresentadas pelo nosso desorganizado e bagunçado governo, corrupções a toda prova e a todo momento.
Uma política econômica que previu apenas resultados em eleições e nada mais. Estamos diante do caos.

Mudar o BRASIL é o que precisa.

Gerar empregos é a solução. Através da produção poderemos alcançar resultados. Cortar os gastos públicos, menos sanguessugas, cabides de empregos, altos salários no setor público. A inflação aumenta quando há escassez de produtos e a sua procura gera aumento de preços. Empresas paralisando as suas atividades e consequentemente diminuindo a receita pública. A geração de riquezas tem que acontecer.

Precisamos urgentemente alertar os gestores públicos à mudança de rumo em nossa economia, caso contrário, sucumbiremos. Estamos sedentos por solução.

Acorda BRASIL. Queremos ser FELIZES.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
12 de novembro - 09:13
Antes do Braz, já havia um RANÇO com os ambulantes de nossa cidade.
A CDL recebe reclamações há muito tempo de lojistas locais, principalmente aqueles que são atingidos diretamente.
Feira agrícola, lanches, mudas, piratas, telhas de concreto, roupas, o Braz e muitas outras mais.
O vendedor ambulante é antigo, os vendilhões do templo irritaram Jesus e os outros agora irritam o lojista.
O desempregado de cidade grande junta alguma mercadoria barata e vai vender nas cidades do interior ou na temporada, na praia.
Desaparecem e se voltarem será muito tempo depois quando nem mais são reconhecidos.
Produtos sem garantia, gerentes distantes, quando precisa repor alguma peça. Exemplo: a telha de concreto, não se encontra mais do mesmo tamanho e o consumidor tem que trocar o telhado todo.
Pesquisadores também invadem nossa cidade, pesquisam o público e oferecem os resultados para os lojistas eleitos a troco de algum dinheiro.
Grandes lojas chegam e partem de e para a cidade grande.
Nosso potencial convida para essa prática, temos um público variado e de gosto diversificado; alguns querem preço, outros qualidade e garantia, e alguns prazo. Outros precisam de novidades. Só uma coisa em comum, todos sabem o que querem.
Tenho uma ideia para compartilhar com os proprietários lojistas de São Marcos; estaremos presentes em nossos estabelecimentos, cumprindo horário com nossos colaboradores, em meio a nossos clientes, deixando-nos conhecer nos eventos de nossa cidade, atendendo reclamações e recebendo elogios, por que não?
"Sempre que comprei um artigo de qualidade, paguei um pouco de dinheiro a mais... e isso foi só. Mas sempre que comprei um artigo barato, perdi o dinheiro e todo o artigo também."
Enviado por:
Adelir Moresco, comerciante
06 de novembro - 14:03
Estamos acostumados em ouvir de que após os tempos de deficiências, desilusões, fracassos, haverá de surgir momentos de extrema alegria e desenvolvimento.

Na ocasião que vivemos em nosso país, em retrocesso total, qual seja, a saúde sucateada, a educação abandonada, o povo em profundo sofrimento, e os nossos gestores sugando a população que não suporta mais os desmandos e criação de impostos e taxas. Aguardamos ansiosos de que sejam voltados os recursos para o setor produtivo, onde haverá geração de riquezas, empregos, renda e consumo. Sem produção não haverá desenvolvimento.

O nosso modelo econômico implantado é danoso ao progresso, retrógrado. Vejam que somente os recursos desviados colocariam nos trilhos da paz social toda a população brasileira. A indústria no seu pior momento das últimas décadas, consequentemente, comércio e consumo em decadência. Acabam faltando os recursos, estão matando a galinha dos ovos de ouro. Para onde vamos? O incentivo para a agricultura, que é o alicerce do mundo, pecuária e indústria, farão deste nosso BRASIL uma potência, trazendo bem estar a sua gente.

Acreditamos e temos fé, ainda poderemos ser um gigante no cenário mundial, consequentemente trazendo e proporcionando a merecida FELICIDADE ao seu povo. BRASIL!
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
28 de outubro - 17:19
Desde ontem, às 16 horas, que no bairro Tapejara está faltando água. Mas com toda essa chuva? Em período de fartura de água?

Se fosse Verão concordaríamos, mas estar sem água até para fazer comida ou escovar os dentes? Tive que comprar água mineral para uso de necessidades básicas e fundamentais. Com bebê em casa é complicado concordar e ficar de braços cruzados diante dessa situação.
Enviado por:
Cátia Daros
21 de outubro - 14:21
Veja outros e-mails recebidos
 
Jornal L’Attualità  |  Rua Padre Feijó, 843  |  Sl. 24  |  São Marcos RS  |  Fone: (54) 3291 2200 - 3291 2218  |  jornal@lattualita.com.br  |  Todos os direitos reservados. Copyright 2011.