BUSCA  
 
    São Marcos, 19 de Abril de 2014 |   Institucional   |   Anuncie   |   Assinaturas   |   Expediente   |   Colabore   |   Contato   |  
 
 
 
 
Criúva
FESTA DO DIVINO 2014 de 9 a 18 de maio. Confira programação!
 
Social
Confira as fotos do Barbecue promovido pela Speakeasy Escola de Idiomas na AMSM, no último sábado (22)
 
Empresas
LORENZO BÜRGEL MOSCHETTA contou sobre suas experiências com a língua inglesa e seu interesse pela Austrália, onde morou por 4 meses, no TGI Friday da Speakeasy nesta sexta-feira (4)
 
Agenda
Participe da festa em homagem ao padroeiro São Marcos de 5 a 27 de abril, na Igreja Matriz e Salão Paroquial de São Marcos. Clique e confira programação
 
Festa em Honra a São Jorge, na Mulada, Criúva, neste dia 26 de abril. Participe!
 
Festa em homenagem a Santo Estanislau, na Linha Rosita, acontece no próximo dia 4 de maio. Participe!
 
Participe da festa em homagem a Nossa Senhora de Fátima, no próximo dia 11 de maio, na comunidade da Linha Edith
 
Close Álbum
Confira fotos exclusivas da Garota Verão São Marcos 2014 Sofia Toss Germano, assinadas pela fotógrafa Zaíra Ballardin
 
Blogs
JOSÉ WILKER 'FELOMENAL!': artigo relembra carreira do ator falecido no último dia 5 de abril
 

INSTITUCIONAL

 
 
JORNAL L'ATTUALITÀ
Há 14 anos presente na vida dos são-marquenses


A primeira edição do Jornal foi publicada em 11 de setembro de 1997

Em 11 de setembro de 1997, as jovens Roseméri Regina Drago e Elisangela Trevisan, na época, ambas funcionarias do extinto Jornal Cidade, montaram a sociedade e fundaram o novo jornal em São Marcos. A escolha do nome, L’Attualità – que significa atualidade em italiano – buscou homenagear os descendentes de imigrantes italianos, devido à predominância da cultura em São Marcos. Na primeira edição, em 11 de setembro de 1997, entre as matérias, as manchetes foram a Festa dos Motoristas, que traria para o evento as marcas Ipiranga e Pirelli; a rainha da AMSM, Daiane Vanin, e a princesa Briani Bertolazzi, que divulgaram a festa na Exposição Internacional de Animais de Esteio – RS (Expointer); a morte do Dr. Raymundo Pessini (aos 72 anos de idade); os 25 anos de fundação do Grupo de Escoteiros Tabajara; e a morte de pais e filhos, Leovegildo, Francisco e Cristiano Ramos Ribeiro, respectivamente, em um acidente ao longo do bairro Michelon, na BR 116.
           No início, o trabalho era realizado pelas duas proprietárias e mais uma funcionária. Elisangela permaneceu na sociedade até 2000 e, desde então, Roseméri tornou-se a única proprietária, apoiada hoje por mais 6 funcionários. Atualmente, 50% da população são marquense, de um total de 20.537 habitantes, tem acesso direto ao jornal, em casa, no escritório ou empresa, sendo que o L’Attualità também é distribuído em Campestre da Serra e Criúva. Hoje, além das matérias locais, também são publicados artigos de profissionais são-marquenses e anúncios do comércio. São 6 colunistas que escrevem sobre moda, culinária, tradicionalismo, saúde, entre outros assuntos. No Jornal L’Attualità também encontram espaço entidades e escolas de São Marcos que buscam comunicar-se diretamente com a comunidade em que se inserem. “Dentro da realidade de nosso município, que é um universo menor com uma população de 20 mil hab, nós conseguimos implantar uma empresa de comunicação com boa estrutura atendendo aos princípios profissionais e éticos do jornalismo moderno, abandonando o antigo paradigma de empresa de comunicação vinculada a partidos políticos. E que o nosso objetivo é atender as necessidades de nossa comunidade na parte editorial e publicitária, acompanhando o crescimento sócio econômico de nosso município”, destaca a jornalista Roseméri Regina Drago. Na comemoração dos 10 anos de fundação, houve sessão solene na Câmara dos Vereadores de São Marcos, homenagem proposta pela vereadora Aparecida Libardi Boff, que contou com a participação de cerca de 100 pessoas.


Equipe do L'Attualità com escritor L.F. Verissimo em reunião-jantar da CIC

10 anos do Jornal L’Attualità



A Câmara de Vereadores de São Marcos, por iniciativa da vereadora Maria Aparecida Libardi Boff (PMDB), promoveu, no dia 13 de setembro de 2007, sessão solene em homenagem aos 10 anos de fundação do Jornal L’Attualità. Cerca de 100 pessoas participaram da cerimônia, realizada no Auditório Joaquim Grison, anexo ao Centro Administrativo Municipal. Na oportunidade, houve pronunciamento da autora da indicação, dos líderes de bancada Eri Zanela (PP) e Alcides Baticini (PDT), da proprietária do Jornal L’Attualità, a jornalista Roseméri Regina Drago, da jornalista Sabrina Reis e do então prefeito de São Marcos Demétrio Lazzaretti. Durante a solenidade, a vereadora Aparecida entregou a Roseméri uma placa comemorativa à primeira década de existência do Jornal L’Attualità. Prestigiaram a cerimônia autoridades municipais e convidados, entre eles o gerente do departamento de impressão do Jornal Pioneiro, Paulo Motta. Após a homenagem, foi servido coquetel de confraternização a todos os presentes.


Câmara de Vereadores homenageou Jornal no mês de setembro de 2007
 
 
 
Enquete
Em relação à construção do futuro Centro Municipal de Eventos de São Marcos, o que você apoia?
Continuação do projeto elaborado pelo ex-prefeito Evandro Ballardin, que prevê construção de pavilhão de 7 mil m² nas áreas elevadas do Parque de Eventos Prefeito Albino Antônio Ruaro
Construção do pavilhão de 6 mil m², conforme novo projeto proposto pelo atual prefeito Demétrio Lazzaretti, ao lado do Estádio Municipal Elias Soldatelli, de frente para a Rua Carlos Gomes
Outro projeto
 
  Ver votação até agora
  Ver enquetes anteriores
 
Consulados
 
Foto do Leitor
Depois da tempestade, o arco-íris...
 
Vídeo do Leitor
De olho no Rodeio! A história da corujinha que caiu do ninho e foi resgatada por médica no 8º Rodeio Nacional de São Marcos. Confira vídeo
 
Vídeo Notícias
Jovem pede doações para construção de biblioteca em Maputo, capital de Moçambique. Confira vídeo feito por Bárbara Soldatelli Ballardin a pedido do L’Attualità com mensagem aos são-marquenses
 
Confira vídeo da vitória de Sofia Toss no Garota Verão São Marcos 2014!
 
Na Linha Riachuelo, no interior de São Marcos, um fato curioso chama a atenção na propriedade dos agricultores Lauri e Eva Cardozo Perozzo. Após ficar viúvo, o ganso apegou-se à cachorra Nick. Confira vídeo e fotos desta inusitada amizade
 
E-mails Recebidos
Falta de responsabilidade ou falta de treinamento ou quem sabe falta profissionais para suprir a necessidade?
Fica a pergunta!!!!
Tenho certeza que muitos estudantes assim como eu, sentiram-se indignados com o descaso que esta tendo a empresa que transporta os universitários. Não se tem responsabilidade nos horários, um dia ele resolve passar 18h25min, outro dia ele resolve passar as 18h45min depois de tantas ligações pedindo se o ônibus não iria vir. Finalmente para a alegria de todos ele chegou.
E ai, um dia vc perde o ônibus porque passou antes do horário, outro dia vc aguarda, ate a vontade dele passar, não temos como nos organizar.
Por favor, quem sabe vamos cada qual fazer nossa parte, assim facilitará para ambos.
Temos o direito sim de se expressar, direito de cidadão, tanto que com certeza demais estudantes, não tiveram a coragem de se expor ficam calados, apenas reclamam aqui, ali. Se todos ficarem quietos a espera de uma solução, tenha certeza, ela não cairá do céu.
O que é isso?? Pagamos nossas passagens, por mais que seja com desconto, mas pagamos, temos no minimo direito de sermos bem atendidos, no quesito de responsabilidade com o horário. Quem tem aula em blocos situados a frente da universidade são favorecidos, porque o atraso é menor, já os que tem aula em blocos mais distantes que horas chegam em sua aula??
Cabe um pequeno gesto por parte dos responsáveis, verificar o que esta ocorrendo!
Enviado por:
Francieli Ramos Siota, empresária e estudante
01 de abril - 23:01
Direito universal. Obrigação do Estado. Todos os políticos fazem inúmeras promessas no momento da campanha política, porém poucos conseguem realizar feitos.

Sobre a mídia, São Marcos nas páginas de jornais, não entro em detalhes, deverá ter uma solução para o impasse e seguramente uma regulamentação.

E, por falar em saúde, estivemos no noite de 27/03 na Câmara de Vereadores participando de mais uma rodada de homenagens para pessoas que doaram-se em trabalho comunitário.

A criação do evento pela vereadora APARECIDA LIBBARDI BOFF vem ao encontro do reconhecimento para com aquelas abnegadas senhoras que dedicaram-se em favor do bem comum sem esperar qualquer compensação.

“VIDA SIM, DROGAS NÃO”. Temos pleno conhecimento, a grande maioria dos são-marquenses, de que a drogadição é a mais daninha das doenças, pois atinge não tão somente o doente, mas todo o segmento próximo ao mesmo.

A participação deve ser de todos, mas, como muitos são os chamados e poucos os que ouvem e atendem, esperamos que o alerta e a preocupação tome parte da grande família de nossa comunidade.

Parabéns a todas as homenageadas até esta data, igualmente ao Projeto Wida e Fazenda Nossa Senhora de Fátima pelo excelente trabalho, seus membros fazem com que aconteça de que tenhamos uma sociedade MAIS FELIZ.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
28 de março - 15:26
CAMINHÃO DE LIXO TEM PREFERËNCIA?

Tem sim. Onibus também. O mesmo vale para bombeiros, obras públicas, atividades comunitárias, culturais e outras que beneficem a comunidade. Não pode ser tão difícil entender que o bem da maioria se sobrepõe a interesses pessoais. Buzinar enlouquecido atrás do caminhão do lixo é coisa de gente egoísta e sem-noção: reclama se não recolhe o lixo, reclama se passa a noite fazendo barulho, reclama se passa de dia e atrapalha o trânsito, reclama se para nas esquinas, reclama se para na faixa de segurança. Afinal, passaria quando? Boa educação não custa nada. Agradecer a este pessoal todo que trabalha para nosso bem também não custa nada.
Enviado por:
Gilberto Moschetta, médico cardiologista
27 de março - 12:32
PROIBIDO AMBULÂNCIA PARA QUEM TEM PLANO DE SAÚDE?

É o que se desenha depois da polêmica das ambulâncias, criada por setores internos da Secretaria da Saúde, de conhecimento público.

Será uma grande mudança e uma quebra de paradigmas. Quantos munícipes perderão o direito de utilizar o serviço? E aqueles pacientes que utilizam veículos diariamente para tratamento fora do Município, como ficam, caso o tratamento não seja pelo SUS?

É muito bom que o Ministério Público se manifeste oficialmente sobre o assunto e depois estas perguntas devem ser respondidas pelos que lutam neste momento para expor politicamente os GESTORES PÚBLICOS.

A POPULAÇÃO DEVE FICAR DE OLHO, entender o caso e depois responsabilizar estas pessoas.

E a vida, como fica? Será que nestas emergências um morador que tem UNIMED, por exemplo, deve ser deixado em risco? Quem será responsabilizado?

O DEBATE É BOM E DE INTERESSE DA POPULAÇÃO!!!!
Enviado por:
Geraldo Sandri, ex-vereador de São Marcos
26 de março - 17:28
A SAÚDE PÚBLICA E AS AMBULÂNCIAS

Nos últimos dias estamos acompanhando várias notícias envolvendo as ambulâncias do Município, por um motivo ou por outro, mas sempre o setor das ambulâncias. Porque será?
No último episódio, já tornado público, um contribuinte do nosso Município, com direito a utilizar os serviço, teve que ser transportado para tratamento urgente em outro estado, conforme orientação médica, via laudo, mas está sendo novamente polêmico.
Estranhamente esta ambulância foi barrada na Polícia Rodoviária Federal, em Vacaria, quando, segundo informações, foi solicitado documentação do motorista efetivo e do que estava ao seu lado, ainda vistoriado todo veículo, enquanto o paciente esperava.
Causa estranheza o fato, não discuto aqui o mérito da viagem, mas a suposta “denúncia” à Polícia Rodoviária. Que interesse teria este cidadão, se é que podemos chamar de cidadão, em denunciar tal viagem?
Muitos outros casos como: veículos em manutenção, férias da secretária (nos mínimos detalhes), muitas vezes antes de acontecer já chegava nos meios de comunicação.
Muito estranho, de onde vem as denúncias vazias (porque são realmente vazias), apenas para causar DESGASTE POLÍTICO? Será que os delatores têm algum interesse? Fica a questão. Será que estas pessoas estão interessadas no bem da população ou no seu próprio bolso?

Enviado por:
Geraldo Sandri, ex-vereador de São Marcos
25 de março - 09:28
Diariamente temos relatos na imprensa sobre menores infratores. Fato alarmante. São dissabores sentidos em todo o País, inocentes pagando o preço, dilacerando famílias e impunes permanecem os jovens.
Lamentavelmente nossos legisladores, em nível federal, deixaram escapar uma bela e ótima oportunidade para fixar as obrigações dos menores e seus pais, não tão somente os direitos. Agora surge uma nova esperança, apreciação pelo Senado da República, a normatização. Aguardamos com urgência.
Provérbio: "ENSINA A CRIANÇA O CAMINHO A SEGUIR, MESMO NA VELHICE DELE NÃO SE AFASTARÁ".
Tudo se dá através da educação. Desde a infância e principalmente se for investido em educação, especialmente em tempo integral, não haverá necessidade de alocarmos recursos para aplicação em saúde e segurança e o desenvolvimento dar-se-á, pois pessoas cultas e evoluídas impulsionam, por si só, o progresso. Serão pecuaristas, agricultores, professores, industriais, comerciantes e cientistas...
A educação é a base de tudo. Se bem aplicada, haveremos de ter muita paz na sociedade e seguramente poderemos ter um povo MUITO FELIZ!

Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
19 de março - 17:17
O jornalismo de nossa cidade tem algo a declarar sobre este assalto? Gostaria de expor um fato. Tenho conhecimento de que, neste que domingo, este que passou, foram convocados 2 motoristas da ambulância e mais pessoas da área da saúde do nosso município para levar alguém a São Paulo. Aí as indagações começaram a surgir: -Nossa, quem é esta pessoa que necessita de tamanho atendimento, pessoas e dinheiro público? - A ambulância pode ir até São Paulo? - A saúde do município está sem dinheiro, estávamos sem poder fazer exames básicos como os de sangue, por falta de reagente, e de urina, por falta de frascos e dispõe todo este dinheiro a levar alguém para São Paulo e voltar somente na quarta-feira? -Não seria mais barato levar de avião? -Será que realmente precisa ir a São Paulo? Hoje, constatei o que não gostaria, o cidadão que "necessitou" todo este gasto do meu dinheiro, sim meu também, pois pago meus impostos... foi o pai de uma Dra muito bem conceituada em nossa cidade. Não tendo mais nada a declarar, deixo com você um profundo sentimento de revolta.
Enviado por:
Kalinca Mabel Canale
19 de março - 13:46
Veja outros e-mails recebidos
 
Jornal L’Attualità  |  Rua Padre Feijó, 843  |  Sl. 24  |  São Marcos RS  |  Fone: (54) 3291 2200 - 3291 2218  |  jornal@lattualita.com.br  |  Todos os direitos reservados. Copyright 2011.