BUSCA  
 
    São Marcos, 30 de Julho de 2014 |   Institucional   |   Anuncie   |   Assinaturas   |   Expediente   |   Colabore   |   Contato   |  
 
 
 
 
Empresas
33ª EXPOAGAS, de 19 a 21 de agosto, terá palestras, cursos e workshops e encerra com sorteio de carro HB20 e 2 notebooks. Gerente de contas da Cooperativa Rio Branco, Tânia Maria Ampessan Fochesatto representa São Marcos no evento
 
SICREDI disponibiliza R$ 5 bilhões em crédito para o Plano Safra 2014/2015
 
Escolas
COLÉGIO MUTIRÃO DE SÃO MARCOS promove sua 2ª gincana de 14 a 18 de julho. A equipe Hare Krishna conquistou o 1º lugar entre as 5 equipes que representavam os cinco continentes em torno do tema "Mundo sem fronteiras"
 
Agenda
FESTA AO BOM PASTOR. Participe da festa em homenagem a Bom Pastor, neste dia 10 de agosto, na comunidade do bairro Bela Vista
 
FESTA DA SAGRADA FAMÍLIA. Participe da festa em homenagem a Sagrada Família, neste dia 3 de agosto, na comunidade do bairro Polo
 
FESTA DE SÃO PAULO. Participe da festa em homenagem a São Paulo, neste dia 10 de agosto, na comunidade de Criúva
 
FESTA DE SANTO ESIDORO. Participe da festa em homenagem a Santo Esidoro, neste dia 17 de agosto, na comunidade da Zambeccari
 
CANAIS / NOTÍCIAS
Moda
Moda 05/07/2013 | 13h42
Modelo Catiane Oliveira no L’Attualità impresso deste sábado (6)
São-marquense Catiane Oliveira, modelo internacional, 25 anos, está no Chile
Foto: arquivo pessoal
Edição impressa traz entrevista exclusiva com a jovem são-marquense que deu salto alto na passarela, de infância humilde no morro do Calvário para bem sucedida carreira internacional como modelo. Catiane está em São Marcos desde o último dia 2 de julho, para aniversário de um ano do sobrinho Ramon

A modelo são-marquense Catiane Oliveira, 25 anos, está em São Marcos desde a última terça-feira, dia 2 de julho. Veio do Chile, onde está residindo, para comemorar com a família, a mãe Ana Paula Ribeiro e os quatro irmãos: Miriam (16), Willian (17), Emael (21) e Junior (23), o aniversário de primeiro ano do sobrinho Ramon, neste sábado (6). De infância humilde vivida no “morro do Calvário” em São Marcos para a vida de modelo internacional de sucesso. Desfiles de moda, capa de revistas, comerciais de televisão, na Ásia e na América Latina. Na reportagem da edição impressa deste sábado, dia 6 de julho, o L’Attualità conta a história deste conto de fadas moderno, o início como modelo, as dificuldades e desafios enfrentados por Catiane, que aos 13 anos viajou sozinha a São Paulo levada por um caça talentos. O início da carreira internacional em Paris e a escala de trabalhos da modelo em Hong Kong, México, Nova Iorque, Milão, Chile. Detalhes sobre o namoro com o modelo argentino Edgardo Oliva e os planos de Catiane para o futuro projetados no Chile, para onde retorna na próxima quinta-feira, dia 11 de julho.


Catiane participou da produção  do comercial da grife chilena Falabella Hot

Um metro e 78 de altura, Catiane Oliveira completa 26 anos no próximo mês de setembro. Em 2013, ela e o namorado, o modelo Edgardo Oliva, trabalham para a Elite, agência de modelos reconhecida mundialmente. “Quero tirar o máximo de proveito de trabalhar como modelo, porque ainda estou em condições, ainda estou bem fisicamente, se conseguir chegar assim até os 37 anos dá para trabalhar. Quando se tem mais cara de mulher a tendência é fazer mais comercial para televisão, mas no meu caso continuo fazendo ainda muita passarela”, revela a modelo. A entrevista completa com Catiane Oliveira você confere no L’Attualità impresso deste sábado, 6 de julho.
 

Catiane e o namorado Edgardo em comercial do plano de saúde Mas Vida
Compartilhe:
Comentários (0) | Enviar para um Amigo | Imprimir
  26.01.2012
Verão
Estampa listrada
O listrado é bastante visto nas cores vermelho,...
 
 
Enquete
O L’Attualità quer saber a opinião dos são-marquenses! O carro de combate que será enviado pelo Exército a São Marcos em julho, para homenagem aos 5 ex-combatentes do município na Segunda Guerra Mundial, deve ser colocado em qual praça da cidade:
Na Praça Dante Marcucci
Na Praça Carlos José Michelon (“Pracinha do Boff”)
Outro local
Não sei
 
  Ver votação até agora
  Ver enquetes anteriores
 
Consulados
 
Vídeo Empresarial
ASSISTA A VÍDEO DE ENSAIO NEWBORN do Studio Mundo Novo Fotografia com pequeno Ablon, fotografado com apenas 8 dias
 
E-mails Recebidos
É uma boa dica, ou seja, termos eleições anual, qual seja, exercermos o direito de votar todos os anos nas mais variadas escalas. Se não vejamos, prestes ao mês de outubro, e vislumbrando o voto, nossos deputados se apressam em apresentar algo em favor das comunidades. São Marcos não é diferente, a administração municipal atendendo o apelo de nossos representantes estaduais e federais colocam a mostra veículos conquistados junto ao governo estadual e federal, proporcionando uma significativa economia aos cofres públicos municipais que se tivessem que comprar, haja dinheiro.

Melhor assim... O deputado Ronaldo Santini já havia conquistado substanciais recursos para São Marcos e agora presenteia a Secretaria Municipal da Saúde com uma DOBLO para o transporte de doentes, o deputado Vinicius Ribeiro igualmente concede uma ambulância, e a deputada Silvana Covatti também uma DOBLO.

O Governo Federal através de programa passa ao Município um veículo para o Conselho Tutelar.

Se considerarmos as concessões recebidas do Governo Dilma através do PAC 1 e 2, o que sobrou para a prefeitura comprar?

Seremos sumamente FELIZES com a nossa sempre liberdade para escolher nossos representantes.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
30 de julho - 11:50
Estamos ao despertar de um sono através do qual sonhamos. Parece-nos e sentimos que tivemos um pesadelo. Mal conduzidos, pior estruturados, muitos malabarismos que nos causaram reveses e dissabores, quem sabe lá eternos. O futebol nos presenteou decepções e amarguras. Mas, como tudo passa haveremos de transpor esta também. Agora cabe-nos pensar e batalhar para superar os desfalques apresentados através dos elefantes brancos implantados em nosso país, o povo deverá pagar a conta, muitos se beneficiaram.

É a vez de pensar e idealizar alto,transformar este país numa fábrica de empregos na produção de riquezas que nos possibilite a galgarmos os degraus de primeiro mundo. Investir na produção primária e na indústria de transformação será o passo a ser seguido, esperamos que nossos governantes sonhem alto agora.

E vem a política, ouviremos as mais variadas propostas para depois não serem cumpridas, no entanto, teremos que votar e dentro do possível escolher os melhores para que depois não sermos acusados de termos tido a oportunidade e não participarmos do pleito, votando.

Desejamos a todos uma excelente escolha para quem sabe num futuro próximo possamos afirmar de que realmente sonhamos, lutamos e SOMOS FELIZES.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
18 de julho - 16:03
Auxiliar. Contribuir. Ajudar. São procedimentos que fazem com que o ego de cada um se desenvolva melhor, proporcionando uma satisfação incomum. Feliz aquele que pode ajudar, melhor do que solicitar ajuda.

O fato de que melhor prevenir do que remediar é o fundamento atual em todo o meio social. As drogas andam soltas e à disposição de todas as pessoas, não importando se jovens ou idosos, ricos ou pobres, posição social.

Resta-nos o consolo de que temos em nosso meio comunitário pessoas que, visionários, preocupam-se com a contenção da proliferação da drogadição em nosso meio de convivência. Refiro-me ao PROJETO WIDA, voltado exclusivamente para a recuperação de pessoas doentes pela drogadição, se feminino na Fazenda N. Sra de Fátima, se masculino encaminhados para diversos locais afins. Falo também de nossa briosa Brigada Militar através do PROERD,encaminhando nossa juventude para a direção correta e mostrando o perigo e o malefício das drogas. Devemos, todos nós, nos preocupar com a questão não tão somente quando o mal nos atinge e dilacera a todos.

Todos querem e precisam de oportunidades, assim é que devemos nos organizar e procurar meio de proporcionar que todos sejam realmente MUITO FELIZES.

Em tempo: Se o Poder Público investir em educação, nós não teremos oneração em saúde e segurança.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
14 de julho - 11:29
A Escola do SENAI em São Marcos, denominada JOÃO FLÁVIO RECH, para homenagear os industriais de nossa terra, foi alcançada e constituída na garra e na luta de muitos são-marquenses que queriam e querem o melhor para sua gente.

Objeto de plano de governo da administração municipal de 1989 a 1992, teve o sucesso alcançado no ano de 1992, quando da sua implantação definitiva. Hoje, SENAI/São Marcos lidera conglomerado com as cidades de Vacaria, Antônio Prado e Flores da Cunha. Vejam a importância de nossa Escola.

Profissionalizante, forma pessoas para a atuação nas indústrias, mas principalmente traça um rumo para a vida destas pessoas, tornando-as especialistas em suas profissões.

Vale salientar de que pessoas dedicam-se para que tudo venha ocorrer, tal como o Presidente do Conselho Ricardo Borghetti e igualmente os integrantes do Conselho, professores e diretores. Quanto aos alunos, frequentam as aulas, aprendem e ainda recebem um substancial apoio financeiro de parte da Empresas.

Para o histórico profissional, constar no currículo CURSO DO SENAI é algo de somatório no momento da contratação. Assim é que 22 anos se passaram e muitos foram lembrados pelo brilhantismo da obra. Bom seria nominar todos, porém, quem sabe poderíamos ocorrer de deixar de mencionar alguém tão importante ou mais daqueles mencionados.

Fica registrado para a história relatar de que no passado alguém sonhou alto para com os filhos desta cidade e deu-lhes de presente um tesouro, a ESCOLA SENAI SÃO MARCOS.

Sonhar é o que todos podem fazer, realizar são privilégios de alguns, contudo, todos podem almejar e compartilhar para que todos SEJAM FELIZES.


Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
09 de julho - 13:18
FIM DE SEMESTRE, UM PROBLEMA

 Poderíamos talvez dizer: medo de não ter pessoal suficiente para lotar um transporte?
O que foi aquela viagem até Caxias do Sul ontem no horário das 18h45min?
É inacretitável, mas aconteceu, isso não é minha palavra, mas de todos os passageiros que lá estavam saberão responder essa pergunta.

Lotação que não tinha mais como dar um passo atrás como dizia o motorista, para poder entrar mais passageiros.
Isso não se trata somente de desconforto para todos que lá estavam, inclusive quem sentado ficou, no meu caso. Porque as pessoas precisam se apertar, não conseguem um espaço no corredor pra descer na sua parada. Sem falar no perigo que estaríamos correndo, passageiros na cabine do ônibus, porque não tinha onde ficar.

Porque será que nesses dias o responsável não ali estava para ouvir as reclamações dos passageiros.Muitas pessoas reclamando para os colaboradores, que não são culpados, pois acatam ordens assim como toda empresa! Mas afinal, difícil engolir e conter os ânimos de não ficar possessos com o ocorrido.

Ao sairmos de São Marcos estavam já 15 passageiros de pé, no caminho foram coletando nas paradas e antes de Pedras Brancas já se estava com 25 passageiros de pé. Custava colocar um micro para amenizar a situação? Claro que custava! Tem despesas de combustível etc... Mas os passageiros pagam suas passagens, ou talvez têm isenção daquelas liberadas pelo governo, mas nem por isso se tem o direito de não atender bem seus clientes.

Pensamos nisso!
Porque será que na Universidade de Caxias do Sul nesse semestre houve poucas situações como essa, na volta a São Marcos?

Méritos ao fiscal “Zeca”, desculpe-me lhe chamar pelo apelido, pois não sei seu nome. Um profissional muito dedicado, atencioso, está sempre pronto acolhendo os passageiros, sem distinção alguma. Colocando organização no transporte o que não ocorria de forma tão certa nos anos anteriores.

Não estou aqui somente fazendo críticas, mas elogios também, pois críticas também são construtivas, para refletir sobre o atendimento.

Felizmente me restam poucas viagens, pois encerro meus estudos nesse semestre, mas muitos estudante continuarão a utilizar o transporte
Enviado por:
Francieli Ramos Siota, empresária e estudante
02 de julho - 10:44
Quero hoje escrever sobre economia, mesmo porque muito se propaga pela falsa renda produzida pelos eventos COPA DO MUNDO. São valores que possuem destino fora do País, isto é, FIFA é que arrecada. Os valores em nível nacional buscados através de turistas pouco representarão diante do desaceleramento da produção industrial, principalmente, e com vasto prejuízo para toda Nação.

Vejam o caso da arrecadação em termos de Brasil do mês de maio/14, um déficit significativo, imaginem agora quando saírem os dados de junho/14, se não forem manipulados.

O montante aplicado na construção de estádios, quando terão retorno? Todos nós sabemos, nunca. Ficarão para museu, casa de shows, etc.

Se pensarmos sem paixão e olharmos para frente visando um futuro para nosso País e nossa gente, aplicar os recursos em educação, saúde, trabalho, transporte, segurança pública, nos trariam, sem qualquer dúvida, prosperidade e retorno aos investimentos. Projetar o Brasil mundialmente pode se fazer com diversas formas num custo rentável.

Pobre economia, precisamos de pessoas certas e aptas na ocupação dos altos escalões de nosso Governo.

Sirva isto apenas de reflexão para todos aqueles que ainda pensam e buscam dias MUITO FELIZES.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
01 de julho - 20:23
Passou a efeméride e restaram apenas lembranças e certamente fotos de registro do espetáculo apresentado.
Magnífico, exuberante é o que podemos dizer sobre os fatos representados nos tapetes expostos ao longo das ruas da cidade que beiram a Praça Dante Marcucci. Os temas religiosos expostos e tão bem edificados por pessoas colaboradoras. Para todos que participaram deste trabalho os agradecimentos de toda a comunidade e aplausos.
Quanto aos mais variados comentários esperamos que os seus efeitos sejam promissores, nada se faz com pensamentos negativos ou críticos, apenas se quer colaborar incentivando e aplaudindo quando merecedor.
Afirmar que minguados recursos foram disponibilizados é pensar pequeno, mas foi de valia pois algo se fez quando o slogan diz que PODE MAIS.
Brindar com mais recursos destinados para uma causa nobre, na divulgação de nossos eventos é obrigação e dever dos Órgãos Públicos.
Somos pelo melhor, somos pelas mãos dadas em busca de sucesso e não escolhemos quem seja o conquistador ou edificador das obras ou promoções, queremos sim ver um São Marcos altaneiro trazendo para toda a sua população dias de prosperidade e MUITAS FELICIDADES.
Enviado por:
Edejaime Cioatto, empresário e ex-prefeito de São Marcos
30 de junho - 15:30
Veja outros e-mails recebidos
 
Jornal L’Attualità  |  Rua Padre Feijó, 843  |  Sl. 24  |  São Marcos RS  |  Fone: (54) 3291 2200 - 3291 2218  |  jornal@lattualita.com.br  |  Todos os direitos reservados. Copyright 2011.