Informativo Comercial   20/10/2017 | 08h16     Atualizado em 20/10/2017 | 16h26

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Zanella lança Coleção Provençal de móveis na 1ª Fenamarco

Marcenaria participou da feira de São Marcos apresentando as peças exclusivas da Coleção Zanella Provençal. Marca já atua há 20 anos no mercado de móveis sob medida para projetos arquitetônicos de interiores

Com 20 anos de experiência no mercado de móveis sob medida de alto padrão, Lauri Zanella aposta também na  fabricação de peças sob encomenda
Com 20 anos de experiência no mercado de móveis sob medida de alto padrão, Lauri Zanella aposta também na fabricação de peças sob encomenda

Inspirados na antiga nobreza da França, os móveis provençais viraram tendência e agora são inspiração para as produções da Zanella Móveis. A empresa são-marquense, já tradicional no mercado de móveis sob medida de alto padrão,  aproveitou para apresentar peças de sua nova linha, agora focando no segmento de móveis em série, na 1ª Fenamarco (Feira de Transporte, Indústria e Comércio de São Marcos), durante os dias 12 a 15 de outubro, em programação que integrou a 46ª Festa de Nossa Senhora Aparecida e dos Motoristas. Os visitantes da feira, sediada no Parque de Eventos Albino Ruaro, puderam conhecer as novidades da marca e, principalmente, as peças exclusivas da Coleção Zanella Provençal, que oferecem ainda mais sofisticação, originalidade e diferencial aos ambientes. Eles são inspirados em móveis clássicos, mas o resultado final são peças elegantes com inovação e design diferenciado.

 

Com mais de 20 anos de atuação no mercado de móveis sob medida, atendendo projetos de arquitetos da Serra gaúcha, Litoral e Porto Alegre, durante a 1ª Fenamarco a Zanella Móveis também teve oportunidade de expor seus móveis nos estandes das arquitetas são-marquenses Nicole Brugalli e Suzana Miotto. "Apoiamos as arquitetas e participamos junto com a marmoraria Gramarco. Expomos em três espaços diferentes, porque quem foi nos estandes das arquitetas também pôde ver os nossos móveis", ressalta Lauri Zanella, proprietário da empresa. Um dos destaques do espaço da arquiteta Nicole Brugalli na Fenamarco foi justamente a bombê tom cobre mate com tampo em marrom acetinado, que compôs o ambiente do lavabo, peça exclusiva e com paletas de cores personalizável da nova Coleção Zanella Provençal.

Bombê da Zanella Móveis foi destaque no estande da arquiteta Nicole Brugalli, na 1ª Fenamarco
Bombê da Zanella Móveis foi destaque no estande da arquiteta Nicole Brugalli, na 1ª Fenamarco

A 1ª Fenamarco registrou público de mais de 41 mil pessoas nos quatro dias de exposição, uma grande oportunidade para que indústrias e comércios de São Marcos divulgassem seus produtos e serviços à região. "Não esperávamos todo esse público, nos surpreendemos e vimos que deu certo. Não vamos deixar de vir no próximo ano. Parabéns para os organizadores e a todos que tiveram essa iniciativa, está muito bem organizado", avaliou Lauri. Com mais de 20 anos no mercado são-marquense, a marcenaria Zanella Móveis teve a primeira oportunidade de divulgar seus produtos para a comunidade local em uma feira, mostrando seus móveis planejados e projetos com qualidade e autenticidade, para composição  de dormitórios, salas, cozinhas, lavabos e outros ambientes.

Habilidade e amor pela profissão se uniram na fundação da Zanella Móveis

Zanella: ’Sempre fui bastante preocupado com a qualidade das matérias primas e  acabamentos’
Zanella: ’Sempre fui bastante preocupado com a qualidade das matérias primas e acabamentos’
Foto: Projeto arquiteta Nicole Brugalli

Com 23 anos de atuação no mercado moveleiro, a marcenaria Zanella Móveis é uma empresa consolidada em São Marcos. Mas a experiência no ramo é ainda mais antiga. Antes de fundar a própria empresa, Lauri Zanella somou à sua bagagem atuação em duas das maiores moveleiras do município, onde adquiriu habilidades para executar grandes projetos, que hoje conquistam clientes da Serra gaúcha à região metropolitana de Porto Alegre. "Quando comecei minha empresa, quanto mais difícil era o projeto, melhor era para trabalhar, sempre foi assim, gosto de desafios e principalmente de entregar ao cliente um móvel de qualidade. Sempre fui bastante preocupado com a qualidade das matérias primas e  acabamentos", observa o experiente marceneiro.

 

Hoje a Zanella Móveis está localizada na Rua Luiz Trevisan, 340, no Centro de São Marcos, em pavilhão com área de 700 m­2, e conta com uma equipe de seis funcionários. O principal foco de atuação da marcenaria é a execução de projetos para arquitetos. "Os projetos de arquitetos são o meu forte. Quando o cliente vem fazer orçamento, fica difícil visualizar como vai ficar o móvel na casa dele, então, por garantia, trabalhamos mais com projeto", ressalta Lauri, que hoje atende a praticamente todos os municípios do Rio Grande do Sul.

Madeira maciça e tintas italianas são matéria-prima principal da Zanella Móveis

Marcenaria são-marquense utiliza melhores materiais disponíveis no mercado
Marcenaria são-marquense utiliza melhores materiais disponíveis no mercado
Foto: Projeto arquiteta Suzana Miotto

Para garantir a durabilidade, originalidade e exclusividade de suas peças, a Zanella Móveis conta, além da experiência e habilidade de sua equipe, com matéria-prima de qualidade, classificada entre as melhores do mercado e utilizada por grandes empresas do ramo moveleiro. "Trabalhamos com a tinta Ive Italiana (marca com mais de 70 anos de experiência no berço das indústrias moveleiras da Itália) em todos os processos, ela tem altos padrões acetinados e perolizados. Agora também fazemos pinturas ranhuradas, uma ideia que eu tive e deu certo", revela o proprietário, Lauri Zanella.

 

As tintas italianas são utilizadas em todos os processos de fabricação do móvel, desde o fundo ao acabamento, o que garante muito mais durabilidade e resistência. "A beleza fica perceptível, mas essa tinta também dá um toque muito bom, é bom de limpar e superior às outras", garante Lauri. A pintura de qualidade é feita sobre uma madeira também de alto padrão. A Zanella Móveis passou a priorizar as lâminas naturais e madeiras maciças, deixando de lado o MDF, uma matéria-prima mais frágil para a produção de móveis. "Trabalhamos principalmente com lâminas naturais, a maioria de eucalipto, que é reflorestado", informa Zanella.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia