Mostratec   30/10/2017 | 09h03     Atualizado em 30/10/2017 | 10h25

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Alunas do Mutirão recebem destaque na Mostratec: maior feira de ciência e tecnologia da América Latina

De 23 a 27 de outubro, Fabina Tomé e Flávia Formighieri apresentaram projeto de pesquisa na 32ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), em Novo Hamburgo, e conquistaram prêmio destaque em iniciação científica

Fabiana e Flávia recebem destaque Iniciação Científica na área de Engenharia de Materiais
Fabiana e Flávia recebem destaque Iniciação Científica na área de Engenharia de Materiais
Foto: arquivo pessoal

Depois de conquistarem o primeiro lugar frente a 110 escolas da região na 9ª Mostraseg (Mostra Científica e Tecnológica  das Escolas de Ensino Fundamental e Médio da Serra Gaúcha), em 2017, as alunas do 3º ano do Colégio Mutirão de São Marcos, Fabiana Tomé e Flávio Formighieri, foram credenciadas para participação na 32ª Mostratec (Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia), a maior feira do ramo na América Latina, realizada em Novo Hamburgo. Durante os dias 23 a 27 de outubro, as estudantes tiveram trabalho intenso de apresentação do projeto de pesquisa científica intitulado "Desenvolvimento de Filme Biodegradável à Base de Proteínas do Soro do Leite para Aplicação em Produtos Lácteos" para as milhares de pessoas que visitaram os pavilhões da Fenac - Centro de Eventos e Negócios, mas ao final de tudo o resultado trouxe motivo de orgulho e comemoração. Após extensa programação durante a semana em Novo Hamburgo, na última sexta-feira, dia 27 de outubro, aconteceu a premiação da mostra, que conferiu às estudantes são-marquenses o prêmio Destaque em Iniciação Científica, conferido pela Abric (Associação Brasileira e Iniciação Científica), na área de Engenharia de Materiais.

 

A estudante Flávia Formighieri conversou com o L’Attualità e revelou que o prêmio foi uma grande surpresa, tendo em vista a infinidade de trabalhos expostos na Mostratec. "Recebemos um certificado e o reconhecimento do trabalho, para destacar ele nessa categoria. Ficamos realizadas, não esperávamos nada, porque estávamos lá para divulgar e apresentar nosso trabalho mesmo. Então foi um reconhecimento muito grandioso para nós, foi uma forma de demostrar que o nosso projeto foi notado entre tantos que estavam lá. E é reflexo da nossa dedicação e empenho durante o ano todo, foi muito prazeroso ouvir o nome do nosso projeto ser falado lá", destaca Flávia. A Mostratec contou com cerca de 450 trabalhos apresentados por estudantes do Ensino Médio de 20 países. Entre estes, três projetos eram da Serra Gaúcha, enviados pela Universidade de Caxias do Sul através da premiação da Mostraseg, que aconteceu nos dias 13 e 14 de setembro deste ano. O projeto das são-marquenses foi orientado pelas professoras Héverli Laíse Gambim, Camila Baldasso e Gabriela de Jesus, e tinha o objetivo de criar um filme biodegradável à base de proteínas do soro do leite que substituísse as embalagens convencionais, que são nocivas ao meio ambiente.

 

Flávia conta também um pouco sobre a experiência de participar da Mostratec. "É muito interessante ver outras pessoas parando no teu projeto e demostrando interesse por ele. Apresentamos quatro vezes nosso trabalho em espanhol para pessoas que estavam expondo trabalhos também e falavam outras línguas. É muito bom compartilhar esse conhecimento. Tem muita movimentação no local da mostra, só que, como tem muitos trabalhos, não tem como as pessoas passarem por todos, e muitas só passam pela frente, leem o display, não chegam a ouvir a apresentação. Mas várias pessoas demonstraram interesse e queriam realmente conhecer", conta Flávia Formighieri.