Polícia de São Marcos   29/11/2017 | 14h33     Atualizado em 29/11/2017 | 16h02

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Laboratório São Marcos é arrombado: ’Encontramos papéis na subida do Calvário’

Alarme disparou e segurança privada chegou instantes após fuga do criminoso: conhecido ladrão são-marquense está há 15 dias em liberdade

textos

A insegurança continua vitimando são-marquenses. Na madrugada desta quarta-feira (29), o alvo dos bandidos foi o Laboratório de Análises Clínicas São Marcos (LAB). Conforme a proprietária do estabelecimento situado na Rua Dr. Rosa, centro da cidade, por volta das 4h15 o alarme disparou e a segurança privada (que chegou 5 minutos após) encontrou a porta arrombada e várias gavetas reviradas. "Forçaram a porta com uma madeira e entraram. Tenho alarme, ele tocou e veio a segurança, mas o cara fugiu", relatou, dizendo que populares teriam visto o momento em que o ladrão pulou o muro e saiu em direção à Rua Dr. Raymundo Pessini. Ela disse que foram subtraídos papéis e pastas. "Ainda estamos encontrando as coisas. Grande parte dos materiais furtados achamos na subida do Calvário. Eu mesmo vi uma pasta cor de rosa no chão, do outro lado da rua em frente ao colégio (Ginásio). E também tiveram duas meninas que vieram nos trazer alguns papeis", informou.

 

Na ação, não houve furto de dinheiro e outros objetos de valor. "O que mais levaram foram pastas com papéis. Também o manual do laboratório foi furtado e o porquê eu não sei. É até engraçado, porque entraram na sala onde tinha o laptop e duas televisões", aponta, salientando que todas as gavetas estavam reviradas. Ela afirma que registrará ocorrência na Delegacia de Polícia Civil. "Tenho grade, alarme, segurança, mas não adianta", comentou. Nesta manhã o L’Attualità entrevistou o comandante da Brigada Militar (BM) de São Marcos, sargento Eberson Santos Pires. Ele anunciou que em dezembro a corporação receberá horas-extras e intensificará o patrulhamento da cidade, tendo em vista que, com o indulto de Natal, muitos criminosos saem dos presídios. Além disso, como ponderou Pires, o fim do ano é tradicionalmente um período de aumento da criminalidade. Também o Promotor Público Evandro Kaltbach conversou com a reportagem nesta quarta (29). Ele falou sobre a soltura de um conhecido ladrão são-marquense: Marcos Rogério da Silva, popularmente chamado de Buiu.

 

Segundo Kaltbach, já há suspeita de que ele esteja envolvido em pelo menos um furto ocorrido em São Marcos nas últimas semanas: foi na madrugada de 21 de novembro, em estabelecimento comercial situado na Avenida Venâncio Aires (Big Brgher) que já foi alvo de Buiu em outras oportunidades. "O proprietário registrou ocorrência e mostrou a imagem da câmera de segurança interna dizendo que seria ele. Mas a imagem não mostra muito bem", revelou. Ainda não há informações se Buiu seria o responsável pelo furto ocorrido nesta madrugada no LAB. "Ele costuma praticar furtos na calada da noite para comprar drogas. Penso em até mesmo pedir sua internação no Instituto Psiquiátrico Forense (IPF) ao invés de novamente remetê-lo ao presídio. Mas para isso será necessário que um perito ateste que ele tem dependência química, cometendo os furtos em decorrência da necessidade de aquisição da droga e falta de dinheiro para tanto", comentou, ressaltando que ainda não há provas de que Buiu realmente seja o responsável pelos furtos.