10º Rodeio de São Marcos   30/01/2018 | 11h49     Atualizado em 31/01/2018 | 17h32

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Rodeio Nacional de São Marcos: R$ 100 mil garantidos para 2019

Coordenação do 10º Rodeio Crioulo Nacional de São Marcos apresentou contas em reunião nesta segunda-feira (29). Saldo positivo de quase R$ 100 mil será mantido no Fundo Pró-Rodeio para a 11ª edição, em 2019

Coordenadores Garibaldi Ferraz, Valderez Rodrigues e Luís Vanderlei Ferreira apresentaram balanço financeiro
Coordenadores Garibaldi Ferraz, Valderez Rodrigues e Luís Vanderlei Ferreira apresentaram balanço financeiro
Foto: Jornal L’Attualità

"Nós trabalhamos muito para que o Rodeio acontecesse da melhor forma possível". Foi assim que o coordenador geral do 10º Rodeio Crioulo Nacional de São Marcos, Garibaldi Ferraz (Toco), avaliou o trabalho de sua equipe na concretização de mais um evento. E foi o que de fato aconteceu entre os dias 7 a 10 de janeiro de 2017. A avaliação oficial dos resultados e do balanço financeiro foi apresentada em reunião no Auditório Joaquim Grison nesta segunda-feira, 29 de janeiro, e revelou saldo positivo para cerca de 30 representantes de entidades tradicionalistas, autoridades, imprensa e comunidade em geral que estavam presentes no evento. A coordenação apresentou sobra de R$ 97.967,38, que será mantida no Fundo Pró-Rodeio para ser aproveitada na próxima edição, que acontecerá em 2019. "O Rodeio deu muito certo. Ficamos comovidos em dizer que conseguimos fazer o Rodeio de uma forma crescente, não digo o maior de todos. Trabalhamos pensando no próximo Rodeio", destacou Toco. Prova disso foi o investimento de R$ 29.487,15 na reestruturação de toda a rede elétrica do Parque Municipal de Eventos Prefeito Albino Ruaro, eliminando problemas de queda de energia durante o Rodeio.

 

Os preparativos para o 10º Rodeio iniciaram com repasse de R$ 86.196,39, do Fundo Pró-Rodeio deixado pela 9ª edição, e patrocínios que somaram R$ 48.700. "Batemos de porta em porta buscando patrocinadores e em todos fomos bem atendidos, ajudaram nós da forma como conseguiram", lembra Toco. As receitas, que somaram R$ 494.569,64, foram provenientes também da venda de espaços comerciais no Parque de Eventos Prefeito Albino Antônio Ruaro (R$ 60 mil), portaria (R$ 97.022,00), bailes (R$ 32.620,25), inscrições (R$ 157.880,00), venda de acampamentos (R$ 1.500) e do baile de lançamento (R$ 10.651,00). As despesas do 10º Rodeio de São Marcos totalizaram R$ 396.602,26 e incluem premiação, aluguel de gado e cavalos, pirâmides e arquibancadas, bailes e shows, banheiros e chuveiros, divulgação, profissionais para encargos necessários, sonorização, segurança e outros ainda. Também foi destinado percentual do arrecadado na portaria a entidades assistenciais de São Marcos, como APAE, Projeto Wida, PVV e Clube dos Idosos, totalizando repasse de R$ 9.702,00.

 

Durante a reunião de prestação de contas, o coordenador geral destacou alguns aspectos que ganharam destaque e colaboraram para o sucesso de mais um evento. "Conseguimos trazer um gado bom. Trabalhamos sério na parte elétrica, e não caiu a luz nenhuma vez. Com os banheiros também tivemos essa preocupação. Tentamos fazer um Rodeio que chamasse o povo de São Marcos, então começamos a pensar no que faria eles participarem. E lotou o parque, foi um grande sucesso, os são-marquenses participaram mesmo. Foram vendidos mais de 1.300 ingressos para os dois bailes", cita Toco, destacando o reconhecimento do evento no Estado. "Eu vou em bastante rodeio, e todos falam que o Rodeio de São Marcos é um dos maiores no Rio Grande do Sul. E ele está em uma crescente muito boa. É uma época ruim para fazer qualquer coisa, ficamos com medo, mas conseguimos trabalhar e fazer um Rodeio que ficará para a história", apontou o coordenador geral do evento em 2017.

Coordenador geral Garibaldi Ferraz destacou as melhorias realizadas e o reconhecimento que o 10º Rodeio alcançou

Durante a reunião de prestação de contas, o coordenador geral destacou alguns aspectos que ganharam destaque e colaboraram para o sucesso de mais um evento. "Conseguimos trazer um gado bom. Trabalhamos sério na parte elétrica, e não caiu a luz nenhuma vez. Com os banheiros também tivemos essa preocupação. Tentamos fazer um Rodeio que chamasse o povo de São Marcos, então começamos a pensar no que faria eles participarem. E lotou o parque, foi um grande sucesso, os são-marquenses participaram mesmo. Foram vendidos mais de 1.300 ingressos para os dois bailes", cita Toco, destacando o reconhecimento do evento no Estado. "Eu vou em bastante rodeio, e todos falam que o Rodeio de São Marcos é um dos maiores no Rio Grande do Sul. E ele está em uma crescente muito boa. É uma época ruim para fazer qualquer coisa, ficamos com medo, mas conseguimos trabalhar e fazer um Rodeio que ficará para a história", apontou o coordenador geral do evento em 2017.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia