Eleições 2018   02/02/2018 | 11h56     Atualizado em 02/02/2018 | 12h20

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

PDT de São Marcos apoia Jairo Jorge governador e Ciro Gomes presidente

São-marquense Glaucio Brochetto, coordenador regional do PDT, comandará partido na região no ano em que sigla tem candidatos ao governo estadual e presidência da República: ’Apoiamos Alceu e Vinícius para deputados’

Coordenador Glaucio Brocheto com Vinícius Ribeiro e Flávio Pauleti de Ipê
Coordenador Glaucio Brocheto com Vinícius Ribeiro e Flávio Pauleti de Ipê

Pela primeira vez na história um são-marquense ocupa o cargo de Coordenador Regional do PDT. Gláucio Brochetto, 37 anos, que foi candidato a vereador na eleição municipal de 2016, foi eleito para coordenar o PDT da região. Sua eleição aconteceu em outubro de 2017, quando houve encontro em Antônio Prado com representantes das executivas municipais de Caxias do Sul, Flores da Cunha, Antônio Prado, Ipê e Nova Pádua. "Dentro da nossa região é a primeira vez que um são-marquense coordena. Como presidente da coordenadoria faço parte do diretório estadual e tenho dois votos ativos, um como coordenador e outro como membro do diretório", assinala. Ele destaca que surgiu como a terceira opção, sendo escolhido pela maioria. "Quando teve essa eleição em Antônio Prado houve discordâncias e eu fui a terceira via, onde deu consenso. Dentro disso tive a possibilidade de escolher o ano em que fico à frente da coordenação, com o Rafael Bueno de vice. Escolhi ser presidente de outubro de 2017 a outubro de 2018", explica.

 

Filho de um tradicional político são-marquense - o ex-vereador Antonio Luiz Brochetto (Brochetão), que já foi candidato a prefeito e secretário da prefeitura por diversos anos -, Glaucio revela que seu pai já havia sido convidado a assumir a coordenação regional do PDT. "Meu pai teve oportunidade nos anos 90 de assumir, mas não quis devido ao transtorno de deslocamento. No início, logo que ficou sabendo que eu ia assumir, ele teve um pouco de receio e ficou preocupado, mas agora está tranquilo. Porque ele sabe que eu gosto da política e que isso vem do sangue", comentou. Gláucio ressalta que o cargo é relevante para São Marcos. "Nosso município precisa estar nesse meio mais superior da política para conseguir alguma coisa, até em nível de demandas. Ocupando um cargo assim a gente começa a penetrar mais no assunto e entender melhor as coisas", observou, salientando que tem falado mais de perto com o presidente estadual da sigla, o deputado federal Pompeo de Mattos.

’Jairo Jorge para governador e Ciro Gomes para presidente. Está definido que o PDT vai como cabeça de chapa’

Pré-candidatos Ciro Gomes, prefeito de Farroupilha Clayton Gonçalves e Jairo Jorge
Pré-candidatos Ciro Gomes, prefeito de Farroupilha Clayton Gonçalves e Jairo Jorge

Glaucio Brochetto ocupa o cargo de Coordenador Regional do PDT até outubro deste ano. Como pondera, trata-se de período decisivo para o futuro de duas candidaturas da sigla, que já confirmou que terá candidatos próprios para o governo do Estado e Presidência da República no pleito de outubro. "Estamos amadurecendo candidaturas ao executivo estadual e federal e por isso tenho ido com mais frequência às reuniões, pois precisamos começar a trabalhar o quanto antes e agora em fevereiro teremos encontro. Nossos nomes já confirmados são o de Jairo Jorge para governador e Ciro Gomes para presidente. Está definido que o PDT vai como cabeça de chapa. Outros partidos talvez venham a se coligar, juntando-se ao PDT, que em princípio não abrirá mão de encabeçar as chapas", frisou, salientando que o diretório municipal apoia os nomes de Alceu Barbosa Velho para deputado federal e Vinícius Ribeiro para estadual.

 

Ele destacou as qualidades do candidato pedetista para a sucessão de Sartori - o PDT apoiou o governo do peemedebista, ocupando diversos cargos, mas retirou-se da base aliada em 2017, passando a fazer oposição na Assembleia Legislativa, que em 2018 será presidida pelo pedetista Marlon Santos, que assumiu o cargo neste dia 1º de fevereiro. "Jairo Jorge foi prefeito de Canoas e a administração dele foi boa, com reconhecimento da população (em 2012, quando encerrou seu primeiro mandato, alcançou um dos maiores níveis de aprovação entre os prefeitos do país, com 77%). É uma pessoa nova, dinâmica e com bastante conhecimento na área administrativa. Ele vem com bastante vontade para comandar o Estado neste momento complicado", apontou. Jornalista, Jairo Jorge governou Canoas entre 2009 e 2016, quando era do PT, partido do qual saiu em 2016. Ele tem 54 anos e já foi Ministro Interino da Educação e Pró-Reitor da Ulbra.