Polícia   30/04/2018 | 17h48     Atualizado em 30/04/2018 | 19h14

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Final de semana registra mortes em São Marcos e na Linha Agudo

No domingo, 29 de abril, em São Marcos, jovem morreu em capotamento na BR 116 e homem foi assassinado por suposto desentendimento entre vizinhos na Linha Agudo

Jovem foi arremessado sobre a pista, após o veículo capotar e deslizar
Jovem foi arremessado sobre a pista, após o veículo capotar e deslizar
Foto: divulgação

Um capotamento resultou na morte de Rafael Pereira Silva, 23 anos, na tarde do último domingo, 29 de abril, por volta das 14h30. O jovem conduzia um veículo Citroen C3 com placas de São Marcos na BR 116, km 115, no sentido São Marcos-Vacaria, quando perdeu o controle do veículo e capotou. Com o impacto, Rafael foi arremessado do carro e veio a falecer na pista. O Samu foi acionado e prestou os primeiros atendimentos, mas constatou o óbito do jovem. Em conversa com o Jornal L’Attualità, um amigo de Rafael contou que "ele era um garoto muito gente boa, amigo de todos e que sempre estava com um sorriso no rosta" conta o amigo. O jovem, que era natural de Criciúma, Santa Catarina, morava há 4 anos em São Marcos junto com os pais e os dois irmãos e trabalhava como gerente na loja do pai. 

Segundo Marco Aurélio Baierle, chefe da 5ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Caxias do Sul, tudo indica que o condutor estava sem cinto de segurança. "Tudo indica que sim, foi colocado no boletim do acidente que ele possivelmente estava sem cinto, pois o sistema de tração do cinto estaria funcionando normalmente", destaca Marco Aurélio.

O jovem foi velado na Capela Menino Jesus de Praga, no bairro Henrique Pante, em São Marcos, e enterrado na tarde desta segunda-feira (30). Segundo a irmã de Rafael, que mora em Bom Jesus, Diowana Pereira da Silva, 19 anos, a perda é irreparável. "Ele levou um pedaço de mim, ninguém preenche, a minha mãe ainda não acredita que isso aconteceu, a gente nunca acha que vai acontecer, mas acontece", desabafa. A irmã lembra da personalidade sempre alegre do irmão. "Ele era uma pessoa extraordinária, para ele não existia tristeza na vida", revela. Na súa última mensagem para o irmão, Diowana expressou o vazio que só a perda de um irmão pode causar. "Meu irmão amado, não consigo acreditar que você partiu, tão cedo, tão jovem, com tanta vitalidade! Não sei se algum dia a minha vida voltará a ser o que era. Você se foi, meu irmão, e deixou um vazio enorme dentro de mim e em minha vida", expressou ela com pesar.

Rafael morava em São Marcos, mas era natural de Criciúma, Santa Catarina
Rafael morava em São Marcos, mas era natural de Criciúma, Santa Catarina
Foto: arquivo pessoal

De acordo com chefe da PRF não há suspeitas de embriaguez. "Não foi encontrado garrafa de bebida alcoólica dentro do veículo então, como não há a suspeita de embriaguez, provavelmente ele perdeu o controle", revela o policial. Além da possível falta do cinto, outros fatores também podem ter contribuído para o capotamento. "Nós acreditamos que foi tudo em conjunto, pois os pneus estavam bastante desgastados. O limite de velocidade naquela área é 40 km/h, e ele provavelmente estava acima do limite permitido, mas só dá para ter certeza com uma analise técnica", afirma o policial rodoviário.

Briga entre vizinhos teria motivado homicídio na Linha Agudo, no interior de Criúva

No interior de Criúva (distrito de Caxias do Sul), na localidade de Agudo, por volta das 18h, três indivíduos saíram do mato e tentaram invadir a residência do agricultor Miguel Bueno de Abreu. Segundo o comandante da Brigada Militar de São Marcos, Cristiano Lucas Quintana, os indivíduos teriam invadido a propriedade procura de um filho da vítima. O motivo seria uma desavença entre os envolvidos (que são vizinhos) que havia ocorrido mais cedo naquele mesmo dia. Miguel tentou se defender com uma foice e acertou na orelha de um dos homens. Um dos invasores, ao perceber que seu irmão havia sido ferido, efetuou vários disparos contra Miguel com uma espingarda. A vítima, de 76 anos, veio a falecer no Hospital São João Bosco, em São Marcos.