Polícia   30/05/2018 | 14h42     Atualizado em 30/05/2018 | 18h06

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Foragido da Justiça é preso em São Marcos pela DEFREC

Ariovaldo Bopsin da Silva tentou fugir em um veículo e foi baleado. Homem possui dois mandados de prisão

Homem foi baleado e segue em atendimento no Hospital São João Bosco
Homem foi baleado e segue em atendimento no Hospital São João Bosco

Por volta de meio dia, desta quarta-feira, 30 de maio, a Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Captura de Caxias do Sul veio a São Marcos em busca de um homem que estava foragido da Justiça desde julho de 2017 e se refugiava no município. Ariovaldo Bopsin da Silva, 45 anos, possui dois mandados de prisão expedidos contra ele. Segundo o delegado da Polícia Civil de São Marcos, Edinei Márcio Albarello, a Defrec efetuou o flagrante e Ariovaldo fugiu em um veículo Gol. O homem fugiu pela Rua Carlos Gomes, próxima ao Posto MC, e a viatura da polícia iniciou a perseguição

Conforme os policiais perceberam que o indivíduo não iria se entregar, eles atiraram contra o pneu dianteiro do veículo e o furaram. Ariovaldo parou o veiculo Gol em frente à loja Aldo Materiais de Construção na tentativa de fugir pelo mato. "Ele tentou fugir pelo mato e, segundo a versão dos colegas da Defrec, sacou uma pistola e os policiais reagiram atirando", revela Edinei. Ariovaldo foi baleado e foi transferido para o Hospital São João Bosco, em São Marcos, para atendimento. O homem, que está sob custódia da Defrec, foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Foram apreendidos com ele uma pistola Glock 9mm e 17 munições.

Confira o histórico criminal de Ariovaldo:

O homem possuí dois mandados de prisão expedidos contra ele, além de antecedentes por crimes de roubo, associação criminosa, porte ilegal de arma, tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. Em 2011, Ariovaldo foi denunciado pelo Ministério Público por ser chefe de um esquema de distribuição de drogas que envolvia mais de 60 pessoas de 16 grupos diferentes em Caxias do Sul. Ele e seu irmão comandam o abastecimento de entorpecentes em Caxias do Sul e região, as drogas são trazidas do Paraguai. No ano de 2016, Ariovaldo foi preso pela Polícia Federal em Santa Catarina, por praticar diversos assaltos, a fim de obter dinheiro para a compra de drogas no Paraguai e abastecer a Serra Gaúcha. Investigações realizadas pela Defrec apontavam que ele estaria planejando um assalto a banco para os próximos dias.