Lixo   12/06/2018 | 17h18     Atualizado em 12/06/2018 | 20h01

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Lixo: são-marquenses podem enviar sugestões até 22 de junho

Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PIRGS) do Cisga foi apresentado em Audiência Pública em São Marcos na última quinta (7) e prefeitura disponibiliza endereço eletrônico para participação popular

PIRGS foi apresentado durante audiência pública realizada no Auditório Joaquim Grison
PIRGS foi apresentado durante audiência pública realizada no Auditório Joaquim Grison

Melhorar o sistema de gestão de resíduos sólidos com a definição de programas, ações e metas conjuntas entre os 15 municípios que compõem o Cisga (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha) é um dos principais objetivos do Plano Intermunicipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PIGRS). O planejamento foi apresentado em São Marcos durante audiência pública realizada na última quinta-feira (7), no Auditório Joaquim Grison. O diretor executivo do Cisga, Rudimar Caberlon, falou sobre os aspectos e diagnósticos obtidos durante as reuniões mensais e visitas técnicas realizadas em 2016 pelos 15 municípios do Cisga, para a construção de um diagnóstico da situação atual na gestão dos resíduos sólidos na região. Ele destacou que o PIGRS descreve ações relativas ao manejo dos resíduos sólidos urbanos e do serviço de limpeza pública, contemplando os aspectos referentes à geração, segregação, acondicionamento, coleta (convencional e seletiva), armazenamento, transporte, transbordo, tratamento e disposição final.

Segundo Caberlon, o plano visa a estabelecer critérios para padronizar o sistema de gestão de resíduos sólidos; definir programas para melhorar a educação ambiental da população; constituir ações e metas para diminuir a geração de resíduos sólidos; propor soluções para aumentar a quantidade de resíduos encaminhados para reciclagem; apontar modelos mais sustentáveis para destinação final de rejeitos; determinar metas de curto, médio e longo prazos e os programas e as ações necessárias para a gestão integrada dos resíduos sólidos no consórcio.

Na audiência foram ouvidos comentários da população, pois o PIGRS está em fase de conclusão. Para colher sugestões dos são-marquenses a prefeitura disponibilizou o endereço eletrônico meioambiente@saomarcos.rs.gov.br. O prazo de envio vai até 22 de junho e os detalhes do plano estão disponíveis no site cisga.com.br, com banner no site da prefeitura. "Estamos na última fase do plano - estabelecendo metas e definindo programas de educação ambiental em busca de um modelo mais sustentável e é importante a população contribuir, porque essa é uma política pública que vem ao encontro das necessidades das pessoas", assinalou o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente de São Marcos, Fabiano Varela, explicando que as sugestões serão avaliadas pelo grupo gestor do PIGRS.

Prefeitura disponibilizou endereço eletrônico para ouvir comentários da população
Prefeitura disponibilizou endereço eletrônico para ouvir comentários da população

Os comentários e sugestões da população devem ser fundamentados, referindo-se aos artigos, parágrafos e incisos do PGIRS, fazendo-se acompanhar de textos alternativos e/ou substitutivos, quando envolverem sugestões de inclusão ou alteração parcial ou total de qualquer dispositivo. Todas as participações e contribuições deverão ter sua autoria identificada e serão registradas, de forma preservar a integridade de seus conteúdos e o seu máximo aproveitamento.

’Bento Gonçalves tem projeto para usina de geração de energia com resíduos sólidos’

Conforme o secretário Fabiano Varela, que esteve presente na audiência da última quinta (7) junto com o prefeito Evandro Kuwer (que é o atual presidente do Cisga) e a vice Rosa Fontana, a audiência foi positiva. "A audiência foi bastante qualificada do ponto de vista do material apresentado e teve participação de 24 pessoas", assinalou. Ele explica que o planejamento elaborado pelo Cisga engloba todos os tipos de resíduos gerados, desde o doméstico até o industrial e agropastoril. "O trabalho iniciou em agosto de 2016 com o diagnóstico da situação e será concluído em agosto de 2018, quando inicia a execução daquilo que foi proposto no plano. Participei do grupo gestor e o objetivo é fazer um plano que seja possível de executar e que seja conciso. Inclusive algumas ações propostas já estão sendo desenvolvidas na área da educação ambiental. Exemplo disso é a coleta de óleo de fritura e sua utilização para fabricação de produtos", apontou Fabiano.

Outro aspecto citado pelo secretário são os destinos que podem ser dados ao resíduo sólido urbano gerado pela população, as chamadas "rotas tecnológicas" do lixo, que pode ser usado para gerar energia. "Bento Gonçalves está lançando edital e apresentando projeto para usina de geração de energia com os resíduos sólidos urbanos. Se der certo vai ser alternativa pros resíduos dos municípios do Cisga. No caso de São Marcos, deixaríamos de levar a Minas de Leão e transportaríamos a essa usina, que para funcionar precisa de certo volume de resíduos, o que só é viável através do consórcio", pondera o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Fabiano Varela.