Saúde   10/07/2018 | 09h53     Atualizado em 10/07/2018 | 11h21

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Colégio Mutirão de São Marcos antecipa férias como medida de segurança contra a Gripe A

Diretora do Colégio Mutirão informa que três alunos tiveram confirmação de Gripe A, de acordo com exames realizados em Caxias do Sul. Contudo, casos não são de conhecimento da Vigilância em Saúde de São Marcos. Férias iniciam hoje (10) na escola

Férias no Colégio Mutirão iniciam nesta terça-feira (10) e seguem até o dia 30 de julho
Férias no Colégio Mutirão iniciam nesta terça-feira (10) e seguem até o dia 30 de julho
Foto: divulgada na internet

Nesta terça-feira, 10 de julho, o Colégio Mutirão de São Marcos comunicou a antecipação do período de férias. O cronograma normal determinava o início das férias apenas em 20 de julho, mas a data foi antecipada para esta terça (10) e as aulas serão retomadas no dia 30 de julho, segunda-feira. A medida foi tomada como medida de segurança, diante da confirmação de casos de gripe causados pelo vírus Influenza A, conforme informou a direção da escola. De acordo com a diretora da escola, Niceia Borghetti Sbabo, o Colégio Mutirão recebeu três exames com confirmação da doença.

 

"Temos três casos confirmados na escola e os exames confirmam isso. Eles foram feitos em Caxias do Sul, talvez por isso a Secretaria de Saúde de São Marcos não tenha comunicado. A primeira confirmação tivemos na quarta-feira passada (4 de julho), a segunda recebemos na quinta-feira (5) e a última foi no final de semana", revela Niceia.

 

Os casos confirmados são de duas crianças de 5 anos e uma de 9 anos. Os exames indicam contaminação apenas pelo vírus Influenza A, e não especificamente o H1N1. Os casos até  o momento, contudo, não são de conhecimento da Vigilância em Saúde de São Marcos.

Ela revela que o objetivo de suspender as aulas diante dos diagnósticos é proteger os demais alunos, professores e funcionários. "Tínhamos vários outros alunos doentes, mas não foi confirmado que seria gripe A. Ficamos com medo, então achamos prudente adiantar o período de férias, tomamos essa decisão internamente aqui na escola", explica Niceia, já que nenhuma outra escola do município tomou medida semelhante até o momento.

 

Conforme a diretora, os alunos do Mutirão que estão doentes e apresentaram sintomas de gripe já estão fazendo os tratamentos indicados, sendo que também aqueles que não tiveram confirmação de Gripe A receberam indicação para tomar o Tamiflu. "Nenhum caso se agravou, os que foram diagnosticados foram atendidos e dentro do possível estão bem. E os demais nós sabemos que é possível se agravar, por isso tomamos esse cuidado", informa Nicéia.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, pessoas contagiadas pelo vírus podem transmitir a doença um dia antes do início dos sintomas e até sete dias depois, sendo que crianças podem liberar o vírus mais precocemente e com maior carga viral. "A orientação é que o contágio possa acontecer durante 7 dias e passado esse período as crianças poderiam voltar a conviver de novo na escola. Mas por precaução todos os pais de crianças doentes cuidaram por mais tempo", destaca a diretora do Mutirão, ressaltando que o objetivo é evitar aglomerações que possam favorecer este contágio.