Tradicionalismo   18/07/2018 | 10h16     Atualizado em 18/07/2018 | 15h42

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

26 prendas debutam no Sarau do CTG Porteira da Serra de São Marcos

XVI Sarau de Prendas do CTG Porteira da Serra reuniu 26 prendas e público de cerca de 400 pessoas neste sábado (14). Além de apresentação das debutantes, evento contou com baile animado pelo grupo Canto Charrua

26 meninas desfilaram e representaram entidades tradicionalistas de São Marcos e Caxias do Sul
26 meninas desfilaram e representaram entidades tradicionalistas de São Marcos e Caxias do Sul

Foto: Thaís Brochetto

Neste sábado, 14 de julho, o CTG Porteira da Serra  de São Marcos realizou seu XVI Sarau de Prendas. No evento, 26 prendas desfilaram e apresentaram seus talentos a um público de cerca de 400 pessoas, na sede do CTG. A preparação das debutantes, que representaram entidades de São Marcos e Caxias do Sul ligadas à 25ª Região Tradicionalista, iniciou cerca de uma semana antes. "No dia 7 de julho teve o chá e ensaio geral. No dia do baile elas iniciaram a noite batendo suas fotos, depois desfilaram individual e coletivamente, e dançaram três valsas (com o pai, o padrinho e o par)", detalha a representante do departamento cultural do CTG Proteira da Serra, Roberta Castilhos. Após a apresentação das prendas, teve início o baile com o grupo Canto Charrua.

Noite no Porteira da Serra foi abrilhantada por desfile das prendas debutantes
Noite no Porteira da Serra foi abrilhantada por desfile das prendas debutantes

Foto: Thaís Brochetto

O evento contou com a participação do Conselheiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG/RS), Eridio Silveira; do Coordenador da 25ª Região Tradicionalista, Rodrigo Ramos; das 1ª e 2ª prendas do Rio Grande do Sul gestão 2017/2018, Renata da Silva e Caroline R. Scariot, respectivamente; e demais membros do Prendado Regional. Além de agradecer as presenças importantes, Roberta destaca o sucesso do evento diante de inúmeros aspectos positivos. "Tivemos a aceitação das entidades da nossa região, e a honra de realizar esse momento tão memorável para 26 meninas. O reflexo disso se deu na casa cheia até o final do baile, na união das gerações no momento que foram tocadas as danças tradicionais, no brilho do olhar dos pais e amigos na hora do protocolo, na emoção e realização de cada menina que passou pelo salão, marcando assim mais uma página tão importante na história do Porteira da Serra", reforça Roberta.

Baile que reuniu cerca de 400 pessoas foi animado pelo grupo Canto Charrua
Baile que reuniu cerca de 400 pessoas foi animado pelo grupo Canto Charrua

Foto: Thaís Brochetto

A cada dois anos o Sarau de Prendas do CTG Porteira da Serra busca reforçar e preservar as tradições gaúchas, concretizando um evento nos modelos tradicionais. "Além de um resgate histórico e cultural, o sarau significa a passagem de menina para mulher, é a oportunidade do pai apresentar sua filha para a sociedade tradicionalista. É um momento muito importante na vida das gurias, pois é a oportunidade de debutarem à moda gaúcha, conservando os nossos costumes", destaca Roberta.