Polícia em São Marcos   06/08/2018 | 09h03     Atualizado em 06/08/2018 | 11h31

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

BM de São Marcos inicia ação de desarmamento para conter homicídios: ’trazer paz à comunidade’

Três homens foram presos por porte ilegal de arma na noite de sexta-feira, 3 de agosto, durante revista a jovens no centro da cidade, na esquina na Avenida Venâncio Aires e Rua 15 de Novembro

textos
textos

Na noite desta sexta-feira, 3 de agosto, por volta das 22h40, a Brigada Militar de São Marcos realizou a operação Braço Forte, com o objetivo de desarmar indivíduos e reprimir atos criminosos diante das graves ocorrências de homicídio registradas nas últimas semanas no município (somente em julho foram registrados quatro homicídios, sendo nove até o momento em 2018). O tenente Paulo Ricardo Mello, com apoio de outros quatro militares do Pelotão de Operações Especiais, iniciou a ação na Avenida Venâncio Aires, esquina com a Rua XV de Novembro, onde há grande concentração de jovens nos finais de semana. As revistas aconteceram no grande grupo, sendo que com quatro pessoas foram encontradas armas de fogo. "Elas foram abordadas neste ponto da Avenida, na entrada da cidade, onde muitos jovens costumam se encontrar", ressalta o tenente Mello, destacando a gravidade de estes estarem inseridos em grupos de jovens nas ruas.

Os indivíduos presos foram J.I.A.C., 37 anos, que portava uma pistola calibre .380, marca Taurus, com dois carregadores repletos com 30 munições; E.A.A.C., de 28 anos, foi apreendido com uma pistola calibre 6.35, marca Beretta, carregada com oito munições; B.R.C.S., de 26 anos, portava um revólver calibre .38, com numeração suprimida, com cinco munições intactas; e J.C.A. também foi autuado com porte de arma. Os presos foram conduzidos para a DPPA de Caxias do Sul para registro do flagrante. Nenhum dos indivíduos tinha posse legal de arma.

`São três armas a menos nas ruas`

O comandante da Brigada Militar de São Marcos, tenente Paulo Ricardo Mello, informa que algumas das pessoas abordadas já possuíam passagem pela polícia. "Alguns já tinham passagem pela polícia. Pessoas que andam armadas podem ser pessoas normais, mas também podem ser meliantes. Nenhum deles tinha porte de arma, eram ilegais", revela o tenente. Ele solicita compreensão da comunidade, já que para localizar armas é necessário realizar as revistas nos grupos. "Duas dessas pessoas foram abordadas em um grande grupo. Fomos abordando todos. Queremos pedir à comunidade bastante compreensão, porque não se localiza armas sem promover revista. É bem tranquilo, os policiais fazem a revista e liberam o pessoal", destaca.

A primeira ação foi planejada na área central da cidade, mas a operação terá continuidade. "Diante das ocorrências graves que estavam ocorrendo na cidade, planejamos a ação de desarmamento para fazer abordagens e mostrar que a Brigada Militar está tomando uma atitude para prover a segurança na comunidade. As operações vão continuar, mas em outros locais e horários também", revela, destacando que o objetivo é deixar a população mais segura. "São três armas a menos nas ruas, que poderiam ser usadas para qualquer coisa. Vamos continuar no sentido de trazer tranquilidade para a comunidade", informa o tenente.

Indivíduos são abordados com posse de entorpecentes

Durante policiamento na madrugada deste domingo, 5 de agosto, a Brigada Militar de São Marcos abordou indivíduo com posse de maconha na Rua XV de Nomvembro. R.B.S., 21 anos, possuía 2,2 gramas da substância. Já por volta das 20h, na Rua Padre Feijó, D.L.D.R., de 22 anos, foi abordado com cinco porções de maconha, que pesaram 8,8 gramas. Os entorpecentes foram apreendidos e o boletim de ocorrência foi encaminhado ao poder judiciário.