Denúncia   24/08/2018 | 10h59     Atualizado em 12/09/2018 | 09h34

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Loteamentos residenciais sofrem atos de vandalismo em São Marcos

Loteamentos Meridiano, Vitória e Ecoville tiveram placas de trânsito roubadas e árvores quebradas e arrancadas

No loteamento Vitória, placas com nomes das vias foram roubadas e outras danificadas
No loteamento Vitória, placas com nomes das vias foram roubadas e outras danificadas

Foto: Arquivo Pessoal

Três loteamentos residenciais de São Marcos têm sido alvo de atos de vandalismo nos últimos meses. No Loteamento Meridiano 16 placas de trânsito foram furtadas e cerca de 140 árvores tiveram de ser replantadas pela Construpar Terraplenagem, empresa responsável pela implantação dos loteamentos, pois foram arrancadas ou furtadas. "O vandalismo iniciou no Loteamento Meridiano. Quando nós começamos a construir as casas, nós tivemos os containers de obra arrombados 3 vezes. Aí começou a morar gente lá e parou por um tempo, mas depois roubaram as placas de trânsito e sobraram somente as hastes e danificaram as árvores. Essas árvores a empresa replanta, pois temos a obrigatoriedade de cuidar por 4 anos, mas esse já é o terceiro ano, ano que vem tem que repor de novo se voltarem a danificar, e depois não é mais necessário a empresa repor, o município vai ter que assumir", destaca o sócio diretor da Construpar, Paulo Chinelato.

Conforme revela o engenheiro civil e empreendedor, no Loteamento Vitória quatro placas de nomes de vias foram roubadas e 80 árvores foram quebradas e arrancadas. "Quebraram quatro conjuntos de placas de nomes de rua. O conjunto inteiro nos custa em torno de R$ 1.100 e a reposição dessas placas deverá custar R$ 250 reais para cada placa. As placas de sinalização do Loteamento Vitória nós estamos colocando por etapas, onde tem uma casa perto a gente vai e coloca as placas", relata Paulo Chinelato, informando que neste local foram repostas cerca de 130 mudas. O diretor da Construpar destaca que, após os furtos, as novas placas de trânsito estão sendo soldadas. "Estamos soldando as placas porque aí fica bem mais difícil para desparafusarem e levarem embora. Pra tirar vai ter que danificar a placa. Se alguém ver um amigo seu com uma placa de trânsito fixada na porta da garagem, na parede ou na porta do quarto, pode ter quase certeza que é objeto de furto", alerta Paulo Chinelato.

Árvores foram furtadas do loteamento Ecoville
Árvores foram furtadas do loteamento Ecoville

Foto: arquivo pessoal

Já no Loteamento Ecoville a empresa investiu R$ 8 mil em árvores, e no último final de semana algumas foram danificadas. "E ali no Ecoville acabamos de plantar 140 Jerivás adultos e já roubaram dois. São árvores bonitas, que custam R$ 50 cada uma. O pessoal vai lá, arranca e planta no pátio em casa", reclama Paulo. Ele informa que a empresa mantém um cuidado especial com as árvores plantadas, mas lamenta que tudo seja danificado pelas pessoas. "Algumas árvores vão vingar, talvez uns 20%. As outras os atos de vandalismo vão consumindo mesmo. Durante o ano a gente tem um cuidado com as arvores, porque, se elas morrem, uns que roubam, quebram, a gente tem que replantar. A gente cuida das formigas, fizemos uma revisão a cada 2 meses de todas as árvores pra ver se as formigas estão atacando. Nós nos empenhamos em manter, é uma pena que as pessoas tenham essas atitudes", lamenta o empresário.