Política   10/09/2018 | 10h20     Atualizado em 10/09/2018 | 10h58

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Inauguração de comitê do PSL teve presença de representantes do partido na região

Em apoio à candidatura de Bolsonaro, PSL de São Marcos inaugurou comitê nesta sexta-feira (7), na Rua Padre Feijó. Evento teve presença de presidentes do partido na região e candidato a deputado federal

Diretório foi inaugurado nesta sexta-feira (7), ao lado do Banco do Brasil
Diretório foi inaugurado nesta sexta-feira (7), ao lado do Banco do Brasil

Foto: divulgação

Nesta sexta-feira, 7 de setembro, o Partido Socialista Liberal (PSL) de São Marcos inaugurou comitê na Rua Padre Feijó, próximo ao Banco do Brasil. O evento aconteceu a partir das 10 horas e contou com presença de empresários, políticos e representantes do partido na região. Acompanharam a inauguração do comitê o presidente do PSL de Caxias do Sul, Sandro Fantinel; presidente do PSL de Carazinho, Ivaldir Schmittel; presidente do PP de São Marcos, Genilson Marcon; e o candidato a deputado federal pelo PSL Celso Morais. Conforme o presidente do PSL em São Marcos, Fábio Medeiros, o novo partido conta com apoio expressivo em São Marcos, o que motivou o estabelecimento de um diretório para apoiar os candidatos gaúchos para deputado estadual e federal.

O presidente do PSL de São Marcos destacou também a inauguração do comitê como ação de apoio ao candidato à presidência da República Jair Bolsonaro. "O Bolsonaro se candidatou à presidência da República com uma proposta nova, diferenciada, que preserva a família, as crianças, luta pela pátria, luta pelo bem estar da população brasileira. E só assim que vamos desmanchar essa cúpula que quer mandar no Brasil a qualquer custo", destacou Fábio Medeiros, denunciando, ainda, o episódio de violência ao candidato no último dia 6 de setembro, quando Bolsonaro foi ferido com uma faca enquanto fazia campanha nas ruas de Juiz de Fora, Minas Gerais. "Estamos muito tristes com a notícia dessa agressão que foi feita ao candidato à presidência. Vamos dar as mãos, orar pelo Bolsonaro voltar logo, para que ele possa organizar o seu time e melhorar a nossa pátria brasileira", declarou o presidente do partido em São Marcos.