Emater   14/09/2018 | 09h30     Atualizado em 14/09/2018 | 17h08

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Oficina de artesanato da Emater de São Marcos expõe trabalhos de produtoras rurais

No último dia 31 de agosto, Emater realizou exposição de artesanatos produzidos por 20 mulheres durante oficina nos meses de junho, julho e agosto

Oficina estimulou mulheres são-marquenses a buscarem fonte de renda extra através do artesanato
Oficina estimulou mulheres são-marquenses a buscarem fonte de renda extra através do artesanato

Foto: divulgação

Em 2017 a Emater de São Marcos deu início a uma oficina permanente de artesanato, atendendo demanda das famílias de baixa renda do meio rural do município. Neste ano, a entidade abriu a oficina para participação de todas as famílias do interior que tivessem interesse e, durante os meses de junho, julho e agosto, 20 mulheres participaram da oficina de artesanato em tricô, crochê e bordados. Como resultado dos três meses de trabalho, a Emater realizou exposição das produções no último dia 31 de agosto, no Auditório Municipal Joaquim Grison. "Começamos essa oficina com um grupo específico, mas depois as pessoas ficaram sabendo e quiseram participar também, então agora o grupo é misto, para todas as mulheres", explica Deise Renon, funcionária da Emater de São Marcos e artesã voluntária na oficina.

As aulas foram ministradas pelas professoras artesãs voluntárias Lizete Pedrotti e Marilene Bolzan, além do apoio de Deise Renon e Inês Pilatti, da equipe técnica da Emater. "O artesanato é uma forma de incrementar renda às famílias assistidas, resgatar o saber popular e também é considerada uma terapia saudável para melhorar a qualidade de vida das pessoas", destaca Deise. Segundo ela, o objetivo da oficina foi estimular as participantes a uma nova atividade, que pode também se tornar uma fonte de renda para a família. "Tinha gente que nem sabia pegar uma agulha e agora fazem coisas lindas e já têm encomendas. Então elas podem vender e, além disso, o artesanato é uma atividade que ajuda pessoas deprimidas", ressalta Deise, destacando os benefícios da oficina de artesanato, que deve continuar em 2019, novamente nos meses de junho, julho e agosto.