Polícia   01/10/2018 | 17h53     Atualizado em 01/10/2018 | 20h31

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Tchony questiona soltura de homem que tentou furtar móveis de sua propriedade nesta segunda-feira (1º), em São Marcos

Fabiano da Silva Ribeiro, 34 anos, foi liberado pela Polícia Civil de Caxias do Sul após registro de furto simples. Ele possuía antecedentes por lesão corporal, desobediência, dano e ameaça com violência doméstica

Alciones Daros registrou furto de móveis na Polícia Civil de Caxias, mas apesar de flagrante ladrão foi liberado
Alciones Daros registrou furto de móveis na Polícia Civil de Caxias, mas apesar de flagrante ladrão foi liberado

Foto: divulgação

Na madrugada desta segunda-feira, 1º de outubro, o comerciante são-marquense Alciones Marcos Daros (Tchony) teve o depósito de móveis de sua loja arrombado em tentativa de furto. Localizado na Rodovia Padre Pedro Rizzon, quilômetro 01, o pavilhão foi invadido por indivíduo identificado como Fabiano da Silva Ribeiro, de 34 anos. A Brigada Militar de São Marcos recebeu denúncia anônima do furto em andamento por volta de 1h15 e, ao chegar no local, Fabiano já havia tirado vários móveis do barracão. "Fui avisado 1h30 da manhã, pela minha equipe de monitoramento, de que o pavilhão havia sido arrombado, e, quando cheguei no local, a Brigada Militar já havia feito a prisão em flagrante. O meliante já estava dentro da viatura da BM e havia várias mercadorias espalhadas no pátio, para posterior carregamento", detalha Tchony. Conforme revela, o autor do delito entrou pelo teto do banheiro do depósito, que está em obras, e para sair forçou o tapume da porta. Foram recuperados 1 sofá de dois lugares, 2 mesas de madeira, 4 cadeiras de madeira e 4 cabeceiras de beliche. "Fizemos o boletim de ocorrência, eu recolhi as mercadorias e guardei de volta no depósito. E para poder configurar todos os requisitos necessários para manter o rapaz preso, a BM pediu para que eu fosse até Caxias do Sul para fazer o registro do furto lá", revela Tchony.

 

O proprietário do pavilhão deslocou-se até unidade da Policia Civil de Caxias do Sul, onde foi ouvido.  Fabiano da Silva Ribeiro possuía antecedentes por lesão corporal, desobediência, dano e ameaça com violência doméstica e foi solto após a Polícia Civil registrar a ocorrência como furto simples. "Para ir a Caxias eu tinha 2 opções: ou ir no meu carro ou ir dentro da viatura junto com o meliante. Então fui com o meu carro até a Policia Civil de Caxias e foram feitos todos os procedimentos. Quando cheguei em casa fiquei sabendo que o homem foi atendido primeiro e liberado antes do que eu. Eu perdi uma noite inteira de sono, tempo, viagem para Caxias, para manter o homem preso e ele foi liberado antes mesmo do que eu", destaca Tchony.  O comerciante aponta que durante o deslocamento do efetivo da Brigada Militar de São Marcos até Caxias do Sul o município ficou descoberto. "Nesse período São Marcos ficou sem segurança, porque os policias tiveram que levar o indivíduo até Caxias do Sul. Das 2 horas da manhã até às 5, os oficiais ficaram lá e a nossa cidade ficou descoberta, pela falta de efetivo. Fui até Caxias do Sul fazer o registro conforme a lei pede em consideração aos oficiais que fizeram um excelente trabalho, porque conseguiram recuperar a minha mercadoria e pegaram o delinquente antes mesmo de eu ser avisado que o depósito havia sido arrombado. A Polícia Civil já soltou ele porque de fato não representa risco para a sociedade, representa risco para o meu patrimônio. Essa noite ele pode voltar lá e pegar de novo", observa Tchony.