4ª Parada Artístico-Literária   12/11/2018 | 09h48     Atualizado em 12/11/2018 | 10h05

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

400 alunos do Ginásio levam arte e reflexão às ruas de São Marcos

Neste sábado, 10 de novembro, alunos do ensino fundamental e médio participaram da 4ª Parada Artístico-Literária do Colégio Estadual São Marcos. Eles fizeram diversas apresentações e interagiram com o público levando arte e reflexão às ruas

Intervenção dos alunos proporcionou reflexão sobre diversas questões da sociedade
Intervenção dos alunos proporcionou reflexão sobre diversas questões da sociedade

Foto: divulgação

Este dia 10 de novembro foi um sábado diferente para quem transitou pelas ruas centrais da cidade de São Marcos. Na área comercial da Padre Feijó, Dr. Rosa e José de Alencar, cerca de 400 alunos do Colégio Estadual São Marcos, o Ginásio, participaram da sua 4ª Parada Artístico-Literária. Estudantes das séries iniciais ao ensino médio fizeram intervenção com entrega de mensagens, encenações, canto e outras atividades das 10h às 11h30 da manhã. "Eles ficaram no semáforo, em frente aos comércios, nas esquinas, em locais que têm bastante fluxo de pessoas. Eles foram bem abrangentes, tinha grupo que dava abraço, outros fizeram distribuição de flores, arrecadação de ração, entregaram mensagens, representaram pessoas importantes da história, havia meninas cantando, mas principalmente fizeram bastante reflexão, sobre diversas questões do dia a dia", explica a vice-diretora e integrante da coordenação do projeto, Patrícia Camassola Tomé.

Entre distribuição de mensagens, reflexões no semáforo e encenações, alunas cantaram ao vivo
Entre distribuição de mensagens, reflexões no semáforo e encenações, alunas cantaram ao vivo

Foto: divulgação

Além da intervenção nas ruas de São Marcos, alguns alunos do Ginásio também fizeram outros tipos de atividade na própria escola e na comunidade. "Os alunos do noturno fizeram ação na escola mesmo, porque muitos trabalham e não poderiam participar da ação no sábado. Então fizeram exposição, ações e murais na escola. Na semana que antecedeu essa atividade alguns grupos também foram até o hospital, na Apae e creches, levando mensagens de motivação", lembra Patrícia. Para preparar os alunos para esta atividade, a escola proporcionou palestra com a artista Carina Benato, do espaço Oásis. "A Carina palestrou para os alunos da manhã, tarde e noite e falou sobre intervenção. E os alunos abraçam a ideia, mesmo. Apresentamos em sala de aula, analisamos o regulamento dos outros anos e tentamos melhorar. E isso vem ao encontro com o que se estudou em sala de aula também, é um complemento", ressalta.

Séries iniciais também participaram da Parada Artístico-Literária na cidade
Séries iniciais também participaram da Parada Artístico-Literária na cidade

Foto: divulgação

Patrícia destaca que a ação visa a integrar a escola à comunidade e, principalmente, levar arte e reflexão para as pessoas que transitam pelas ruas da cidade. "A gente entende que nós, como escola, não estamos só aqui dentro, com os portões fechados, estamos na comunidade. A educação não é só em sala de aula, é a oportunidade de fazer uma reflexão, interagir com o público, estar inserido na comunidade, levar a escola para a comunidade e fazer um sábado mais alegre, mais divertido e colorido para as pessoas", justifica, comentando, ainda, que de fato o público recebe muito bem aos alunos. "O retorno das pessoas é muito bom, os professores ficaram transitando e eram parados por pessoas que elogiavam a ação, dizendo que precisa mais coisas positivas no dia a dia", pontua a professora.

Estudantes representaram personagens da história e interagiram com o público nas ruas centrais
Estudantes representaram personagens da história e interagiram com o público nas ruas centrais

Foto: divulgação