CDL   08/08/2017 | 11h24     Atualizado em 08/08/2017 | 15h32

FacebookTwitterPinterestGoogle+LinkedIn

Emílio Finger palestra em São Marcos sobre jornada em Santiago de Compostela

Nesta quinta-feira (10), empresário com paralisia infantil, natural de Flores da Cunha, apresenta em São Marcos seu projeto Contando Histórias, sobre a viagem ao caminho de Santiago da Compostela, na França, realizada neste ano

Paralisia infantil não impediu o empresário Emílio Finger de superar mais um desafio em Santiago de Compostela
Paralisia infantil não impediu o empresário Emílio Finger de superar mais um desafio em Santiago de Compostela
Foto: Leidy Indicatti/divulgação Pioneiro

Superação de desafios é o tema central que guia palestra promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Marcos nesta quinta-feira, 10 de agosto. Quem fala sobre o assunto é o empresário Emílio Finger, de Flores da Cunha, através de seu projeto Contando Histórias. Entre maio e junho deste ano, ele, que possui paralisia infantil desde os 6 anos, e a amiga Leidy Indicatti completaram jornada de 800 quilômetros no caminho de Santiago de Compostela, na França. Emílio é irmão da ex-primeira dama de São Marcos, Isabel Finger Ballardin, casada com o são-marquense Evandro Ballardin, e, na palestra promovida pela CDL, ele contará suas experiências na viagem, além das histórias sobre superação e decisões pessoais. "Ele já veio para para o município palestrar outras vezes, então como São Marcos já ouviu ele falando da história dele, dessa vez ele vem contar a experiência, a superação, as emoções e tudo que ele precisou enfrentar nesse caminho", adianta a secretária executiva da CDL, Sabrina dos Reis.

Emílio realizou peregrinação em maio e junho deste ano, com apoio da amiga Leidy Indicatti
Emílio realizou peregrinação em maio e junho deste ano, com apoio da amiga Leidy Indicatti
Foto: Leidy Indicatti/divulgação Pioneiro

Sobre a trajetória de vida de Emílio, Sabrina conta, ainda, que desde a infância ele já mostrava sua força de vontade diante dos desafios. "Na infância a família queria colocar ele numa cadeira de rodas, mas a mãe nunca quis, porque sempre disse que ele ia caminhar. Então não clocaram na cadeira de rodas, e ele foi superando limites até que caminhou. A família foi estimulando ele aos movimentos, e hoje ele caminha com muletas", conta, ressaltando que todos estes aspectos de sua vida também se unem à palestra Contando Histórias. "Ele vem compartilhar com as pessoas o que ele viveu. É um evento motivacional. o Emílio diz que ele quer sempre passar isso para as pessoas, que, se ele tivesse se acomodado, nem teria caminhado", destaca Sabrina.

CDL de São Marcos arrecada leite e biscoitos para atividade assistencial com crianças carentes

A palestra com Emílio Finger acontecerá em São Marcos nesta quinta-feira (10), no Clube Grêmio Americano, a partir das 19h30. Os ingressos custam R$ 10 para associados da CDL e R$ 20 para não sócios. Para entrada no evento, os participantes também devem colaborar com 1 litro de leite ou 1 pacote de bolacha. As doações recebidas serão encaminhadas para crianças carentes de São Marcos. A secretária executiva da CDL, Sabrina dos Reis, explica que a entidade está realizando a campanha com o objetivo principal de auxiliar atividade comunitária que acontece nas tardes de sábado, no Pavilhão da Ameixa. "Estamos fazendo um recolhimento de bolacha e leite para entidades assistenciais do município, principalmente a da Dona Cecília, que atende no Pavilhão da Ameixa, ela é uma pessoa da comunidade e todo o sábado recebe cerca de 50 crianças lá. Em alguns finais de semana chega a ter 70 crianças. E são pessoas voluntárias que trabalham lá, elas não recebem ajuda de ninguém", conta Sabrina.

 

Todos os sábados a prefeitura disponibiliza um ônibus para levar crianças de todos os bairros para o Pavilhão da Ameixa, onde acontecem atividades físicas, culturais e, ao final, é servido lanche. As crianças ficam no local das 14h às 17h. "A Dona Cecília veio nos procurar, porque nos últimos dias ela não tem mais o que dar para as criaças", justifica Sabrina, ressaltando os pedidos para que a comunidade possa colaborar com doações e, consequentemente, com a continuidade do programa para as crianças carentes de São Marcos.

Comentários

Carregar mais comentários Comentar notícia